InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Rebeldes e Exército travam combates

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Rebeldes e Exército travam combates   Sab Fev 02, 2008 9:59 am

Rebeldes e Exército travam combates perto da capital


NDJANEMA (AFP) — Depois de avançarem durante cinco dias em direção a N'Djanema sem encontrar resistência, os rebeldes hostis ao presidente Idriss Deby Itno enfrentaram nesta sexta-feira o Exército chadiano a 50 km da capital, que se prepara para o confronto.
Os violentos combates que eram esperados desde quinta-feira finalmente explodiram no principal eixo que une o leste do Chade com N'Djanema, perto da Massaguet, situada a 50 km da capital.
Mas esses confrontos foram interrompidos momentaneamente, enquanto as notícias que chegam do front permanecem contraditórias.
"Esta manhã as forças de defesa e de segurança destruíram totalmente a coluna rebelde depois de 40 minutos de combates. Os sobreviventes escaparam e foram perseguidos", declarou o Estado-Maior do exército nacional chadiano, em um comunicado.
"Somos nós que os perseguimos", respondeu um dos chefes da aliança das três principais organizações rebeldes chadianas formada em meados de dezembro, a Timan Erdimi. "O exército nos atacou a uns 40 km antes de Massaguet, mas nós respondemos", acrescentou.
Um porta-voz da aliança rebelde disse que suas tropas se encontram no limite de Massaguet. Um alto militar chadiano confirmou este avanço, mas outras fontes militares explicaram que o exército continuava controlando essa localidade.
"O grande combate terá lugar em N'Djanema", insistiu Timan Erdimi, que na véspera havia dado um prazo até esta sexta a Deby para iniciar negociações visando a uma "divisão de poder".
Enquanto isso, a missão Eufor para o Chade e a República Centro-Africana decidiu adiar nesta sexta-feira o envio de tropas austríacas e irlandesas por causa dos combates entres as forças governamentais e rebeldes na capital chadiana.
"Três vôos, um com soldados austríacos e dois com soldados irlandeses e material, foram cancelados devido à instabilidade vinculada aos combates entre tropas governamentais e rebeldes perto de N'Djanema", informou um tente-coronel da Eufor.
Em Janema, onde reina uma forte tensão, as comunicações estão complicadas pelo corte, na noite de quinta, das redes de telefonia móvel.
O avanço de mais de 700 km dos grupos armados a partir do Sudão, onde teriam estabelecido suas bases, foi seguido passo a passo pelas autoridades, que contam com as informações da inteligência aérea recolhidas pelos aviões do dispositivo militar francês Epervier, mas os guerrilheiros pareciam mais difíceis de localizar à medida que se aproximavam da capital.
Alguns dirigentes chadianos, que não quiseram ser identificados, disseram suspeitar que a França está ocultando algumas informações.
Recentemente a França enviou a D'Jamema uma companhia de combate de 126 soldados franceses como reforço para os 1.100 do Epervier, oficialmente para garantir a segurança de seus 1.500 cidadãos no Chade.
O dispositivo Epervier, mobilizado no Chade desde 1986, constitui, junto com o 6º batalhão de infantaria da marinha (BIMa, 800 homens), posicionado em Libreville (Gabão), o eixo da presença militar francesa na África Central.
A ofensiva lançada pelos rebeldes chadianos provocou nesta sexta grande preocupação entre os líderes africanos e europeus reunidos em Addis Abeba para a cúpula da União Africana
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Sab Fev 02, 2008 10:00 am

Cidadã portuguesa está na capital do Chade, tomada por forças rebeldes


Lisboa, 02 Fev (Lusa) - Uma cidadã portuguesa, jornalista do diário Público, encontra-se na capital do Chade, tomada hoje por forças rebeldes, tendo o jornal informado o Governo, disse à agência Lusa fonte do Público.

"A jornalista está bem, no Liceu Francês de N'Djamena, e o Público tinha que informar o Governo. Foi o que fizemos", disse o editor da secção Internacional do jornal, Miguel Gaspar.

A jornalista Sofia Lorena chegou quarta-feira à capital do Chade para acompanhar uma viagem da organização Oxfam aos campos de refugiados no país, adiantou Miguel Gaspar.

O jornal informou o governo para que a jornalista tivesse "apoio diplomático", acreditando os responsáveis do diário que Sofia Lorena poderá sair do país com ajuda das autoridades francesas.

A França, antiga potência colonial, tem cerca de 1.500 nacionais no Chade, 85 por cento dos quais em N'Djamena.

O estado-maior das forças armadas em Paris anunciou à agência noticiosa francesa AFP que estão a ser tomadas medidas para permitir que a partir de hoje à tarde possam ser retirados franceses e outros cidadãos ocidentais do Chade.

"Estamos a tomar medidas para que aqueles que queiram deixar o Chade o possam fazer, mas para isso é necessário primeiro transportá-los sob protecção dos locais onde se encontram para o aeroporto", precisou o capitão Christophe Prazuck, do estado-maior.

"Cerca de 700 cidadãos ocidentais estão reagrupados em três pontos seguros pelos militares franceses em N'Djamena", indicou.

Os cidadãos retirados serão transportados para Libreville (Gabão).

O gabinete do secretário de Estado das Comunidades, António Braga, que sexta-feira desaconselhou os portugueses a viajarem para o Chade, devido ao aumento da actividade rebelde e à crescente insegurança na região, informou a Lusa no mesmo dia não haver "conhecimento da presença de portugueses" no país.

"Houve uma empresa de construção civil portuguesa que teve lá funcionários há pouco tempo, mas neste momento, cessada a obra, todos os cidadãos portugueses que lá havia já regressaram", afirmou o governante.

De acordo com António Braga, "que o governo saiba, não há portugueses no Chade".

Segundo uma fonte militar em N'Djamena, rebeles chadianos tomaram hoje o controlo da capital após mais de três horas de confrontos com as tropas governamentais, mas aparentemente o presidente Idriss Deby Itno continua na presidência.

Os rebeldes, que de acordo com N'Djamena são apoiados pelo governo do Sudão, progrediram para a capital a partir das regiões do leste do país, onde já controlam cinco grandes províncias.

Os insurrectos estão integrados no chamado Comando Militar Unificado (CMU), uma aliança de vários grupos de guerrilha, entre as quais a FPCh, que reivindica uma melhor divisão do poder no país.

PAL/MCL/JMS.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Dom Fev 03, 2008 9:54 am

Principal mercado e rádio nacional destruídos por incêndio e pilhagens na capital


N'Djamena, 03 Fev (Lusa) - O grande mercado de N'Djamena e a rádio nacional chadiana foram hoje destruídos por incêndios e pilhagens, segundo afirmaram à agência France Presse testemunhas dos acontecimentos.

"O mercado público foi parcialmente incendiado durante a manhã na sequência de um tiro de obus de um helicóptero (do exército do Chade) visando rebeldes", declarou á AFP um testemunho.

"Este início de incêndio provocou um movimento de pânico, mas depois a multidão regressou para pilhar todo o mercado, o espectáculo é desolador", acrescentou este testemunha, sublinhando que o Chade "está a regressar ao passado".

A rádio foi destruída, pilhada pela multidão, segundo outro testemunho.

Até meados da manhã, um tanque do exército tinha guardado o edifício, mas acabou por se retirar por ter ficado sem munições. Os rebeldes tomaram então o edifício, retirando-se pouco depois, segundo esta fonte.

"Nesta altura, a multidão precipitou-se e devastou os locais, partindo material de difusão, levando computadores", declarou um responsável da rádio, afirmando que estava agora impossibilitada de funcionar.

MRO.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Dom Fev 03, 2008 10:27 am

UE decide manter suspensão do envio da missão militar Eufor


Bruxelas, 03 Fev (Lusa) - Os embaixadores dos países da União Europeia decidiram hoje numa reunião de emergência manter a suspensão do envio da força Eufor esperando que a situação se acalme no Chade, anunciaram fontes europeias em Bruxelas.

"O destacamento (de tropas) ficou suspenso até que a situação no terreno se clarifique e que uma avaliação da parte da União Europeia permita que seja retomado", declarou à agência France Presse um responsável europeu.

"Quanto tempo isto vai durar? Creio que ninguém pode dizê-lo actualmente", acrescentou.

O ministro francês da Defesa, Hervé Morin, anunciara um pouco antes que o destacamento da força europeia no Chade e na República Centro-Africana estava "suspenso até quarta-feira" devido aos combates no Chade.

"Por agora, o destacamento da Eufor está suspenso por alguns dias, até quarta-feira", mas "ninguém" tenciona renunciar a esta operação, declarou Morin à rádio francesa Europa 1.

No entanto, segundo o responsável interrogado em Bruxelas, nenhuma data foi fixada para uma retoma do destacamento.

"Percebo que quarta-feira era o próximo voo previsto segundo o planeamento normal, mas agora já não estamos verdadeiramente no planeamento normal. Tudo vai depender da situação no terreno". disse.

A força europeia (Eufor), que deve posicionar-se no Leste do Chade e a República Centro-Africana tem por missão proteger 450 mil refugiados do Darfur (Oeste do Sudão) e deslocados chadianos e centro-africanos.

Os embaixadores dos 27 países da União Europeia reuniram-se hoje em Bruxelas e foram informados da situação no Chade, onde os combates entre rebeldes e forças governamentais prosseguiam pelo segundo dia consecutivo.

MRO.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Dom Fev 03, 2008 11:15 am

U.E. e so PATOIS e fojem ao primeiro tiro , assim como a CORRUPTA e INUTIL ONU!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Seg Fev 04, 2008 5:59 am

Segundo avião com 363 estrangeiros chegou a Paris


Um segundo avião, que transportava 363 estrangeiros vindos do Chade, dos quais 205 franceses, chegou hoje ao aeroporto parisiense de Roissy proveniente de Libreville, Gabão, anunciou fonte oficial francesa.

Um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros francês, que fretou o avião, afirmou não poder precisar as nacionalidades dos passageiros que não são franceses.

À meia-noite de domingo aterrou em Roissy um primeiro avião com cerca de 200 pessoas vindas do Chade, e as autoridades francesas admitiram a possibilidade de ser organizado um terceiro voo de repatriamento.

No total, cerca de 700 franceses e outros estrangeiros que decidiram fugir dos combates em N'Djamena foram transportados pelas forças armadas francesas, desde a capital do Chade até Libreville.

O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Bernard Kouchner, que se deslocou domingo à noite ao aeroporto para receber os primeiros evacuados, afirmou que os centros de acolhimento organizados em N'Djamena para os estrangeiros com vista à sua retirada já estão vazios.

As forças rebeldes que entraram no fim-de-semana na capital do Chade retiraram domingo à noite da capital, numa medida que justificaram como uma manobra para permitir a saída de civis antes de ser retomada a ofensiva contra o regime do Presidente chadiano, Idriss Deby.

Por sua vez, as forças governamentais garantem que os rebeldes estão a ser repelidos da capital chadiana.

Lusa/SOL
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Seg Fev 04, 2008 6:03 am

















Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca
Admin
avatar

Mensagens : 1605
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Seg Fev 04, 2008 9:40 am

Parabéns ao ricardonunes pelas excelentes fotografias sempre actualizadas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Seg Fev 04, 2008 10:13 am

Anarca escreveu:
Parabéns ao ricardonunes pelas excelentes fotografias sempre actualizadas...

Alguém que reconheça o trabalho "dun gajo" Wink

Um dia deste apresento a conta Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   Seg Fev 04, 2008 10:17 am

Franceses a fugir do chad!!! TIPICO EUROPEU!! TIPICO ONU, TIPICO FRANCES!!! ir LA AJUDAR, rien de rien!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rebeldes e Exército travam combates   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rebeldes e Exército travam combates
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Militar do exército Sargento dá tiro no peito
» Exército sem dinheiro para comida
» Exército na rua ao lado da polícia
» Eurocorps - Alguém Conhece o Exército de Elite da OTAN
» E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: