InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 7:20 am

Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte
O
treinador israelita da equipa de futebol do Chelsea, Avram Grant,
recebeu terça-feira ameaças de morte de carácter anti-semita,
acompanhadas de um pacote com um pó misterioso, anunciou hoje a polícia
britânica




O
campo de treinos do Chelsea, situado em Cobham, no sudoeste de Londres,
foi fechado ao público, na terça-feira, depois de um membro do clube
ter aberto um pacote que continha uma mensagem dirigida a Avram Grant,
a qual dizia ser mortal.
De acordo com uma fonte policial anónima, citada pela agência britânica Press Association, a mensagem dizia:
«Tu és um sacana de um judeu, que apunhala pelas costas. Quando abrires
esta carta, morrerás de uma morte muito lenta e dolorosa».

A mulher do técnico israelita, Tzofit, uma conhecida apresentadora de televisão em Israel, recebeu ameaças de natureza sexual.
Um porta-voz da polícia inglesa anunciou que o pó branco encontrado no pacote, analisado por especialistas, «revelou-se inofensivo», e que a investigação prossegue para identificar a origem do mesmo.
O
sucessor de José Mourinho não se encontrava em Cobham, na terça-feira,
pois acompanhava a equipa do Chelsea na deslocação a Atenas, para
disputar o primeiro jogo dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões,
frente ao Olympiakos, que terminou com um empate sem golos.
Lusa/SOL
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 7:23 am

Não fui eu Idea
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 7:25 am

Ora aqui temos um caso sujo
Ou seja
Os JUdeus refugiaram-se em Israel com tuido do mais sofisticado de defesa mas quando saiem da gaiola dourada que criaram ficam totalmente impunes

Tal como os barncos na AS

Por isso eu tenho vindo a alertar que os judeuis meteram a para na poça
Israel tem que se desmamtelar e criar um estado
LIVREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE...onde caibam todos os que la nasceram e não apenas e só os que usaM O PIRES NA CABEÇA TEEM ...BLA BLA BLA

poRTUGAL QUANDO ERA COLONIALISTA PASOU TAMBEM POR ISTO

Hoje felizmente podemos andar pelo KU de judas que ninguem nos chateia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 11:30 am

O mal é este
Pensando estarem em segurança meteram-s num buraco
Ora o mundo é feito Hoje de relações vivas directas e ...bla bla
Para que sirviu terem criado um estado judaico ????
E depois ....
e agora ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 11:48 am

Vitor mango escreveu:
O mal é este
Pensando estarem em segurança meteram-s num buraco
Ora o mundo é feito Hoje de relações vivas directas e ...bla bla
Para que sirviu terem criado um estado judaico ????
E depois ....
e agora ...

Lembro-me que o Mourinho foi a Israel para uma secção ...e foi bem aceite ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   Qua Fev 20, 2008 6:06 pm

Rede islamita desmantelada "queria matar ministros e judeus" e tinha ligações à Al-Qaida


Rabat, 20 Fev (Lusa) - O Governo marroquino assegurou hoje ter desmantelado uma rede terrorista que planeava assassinar ministros e judeus, ligada à Al-Qaida e a um partido islamita sem representação parlamentar cuja dissolução decretou.

As autoridades afirmam que as três dezenas de membros detidos da rede terrorista denominada Belliraj planeavam cometer atentados e que para isso contavam com aproximadamente meia centena de armas que foram encontradas em Casablanca (centro) e Nador (Norte).

O ministro do Interior, Chakib Benmusa, convocou a imprensa para explicar a operação antiterrorista e afirmou que Belliraj manteve desde 2001 contactos com a organização terrorista Al-Qaida e que os seus membros se treinaram em acampamentos na Argélia do Grupo Salafista para a Pregação e o Combate (GSPC) em 2005.

Este grupo adoptou agora o nome de Al-Qaida para o Magrebe Islámico (AQMI).

"A rede terrorista Belliraj projectava perpetrar atentados com a ajuda de armas de fogo e de explosivos e assassinar personalidades marroquinas", indicou Benmusa.

Segundo ele, a rede "inscrevera como alvo, ministros, oficiais superiores e cidadãos marroquinos de confissão judaica".

Benmusa acrescentou que os membros da rede islamita receberam treino dessas organizações terroristas em matéria de fabrico de explosivos "a partir de produtos químicos disponíveis no mercado" e que "tentaram" organizar "treinos" em centros de Hezbollah no Líbano em 2002.

Entre os 32 detidos pela Polícia Judiciária encontra-se o alegado líder do grupo, Abdelkader Belliraj, assim como os líderes de Haraka de La Umma (Movimento para a Comunidade), Mohamed Amin Ragala e Mohamed Meruani, e o do partido Al Badil Al Hadari (Alternativa de Civilização), Mustafa Moatasim.

Este partido, que se apresentou às eleições parlamentares de 07 de Setembro mas que não conseguiu representação, foi dissolvido por ordem do primeiro-ministro Abas al Fassi, como consequência da operação frustrada em que alegadamente está implicado o seu líder.

Al Badil Al Hadari assegura na sua página na Internet que "rejeita e condena" a violência, e declara que os seus princípios são os da "liberdade, igualdade, justiça e democracia", além de apresentar-se como "uma alternativa real à crise" que se vive no país.

As autoridades marroquinas afirmam que o grupo de Belliraj obteve grande parte do seu financiamento a partir de um roubo cometido na empresa de segurança Brinks, no Luxemburgo, em 2000.

O dinheiro proveniente deste assalto - 17,5 milhões de euros- foi posteriormente branqueado mediante o investimento em projectos turísticos e imobiliários em Marrocos, que serviram, segundo os dados oficiais, para financiar o grupo terrorista desmantelado.

Hoje, o Governo marroquino asegurou que Abdelkader Belliraj, conhecido como "Ilyass" e "Abdelkrim", cometeu seis assassínios na Bélgica entre 1986 e 1989.

Marrocos mantém em alerta os seus serviços de segurança face à ameaça de atentados por parte de grupos islamitas radicais, sobretudo desde que, entre Março e Abril de 2007, sete alegados terroristas morreram em Casablanca cometendo suicídio ou atingidos por disparos da polícia, incidentes em que morreu também um agente.

TM.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Técnico israelita do Chelsea ameaçado de morte
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (SAMSUNG BOLETIM TÉCNICO)
» Técnico da seleção
» Globo quer combater crescimento da Record/IURD em Portugal
» Complemento nominal
» A verdade sobre judaismo messianico

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: