InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Exército israelita mata cinco crianças em Gaza

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ronhas



Mensagens : 520
Data de inscrição : 15/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 12:39 pm

ronhas escreveu:
Vitor mango escreveu:
ronhas escreveu:
Quando o holocausto é proposto por aqueles que se dizem vítimas do mesmo, começo a pensar..... pensar.... cala-te pensamento que ainda digo o que não quero.

hOJE os judeus mataram mais 65 civis em Gaza
É impressionante como um exercito invasor que tem as costas de BUSH se permite matar mulher crianças
O Mundo começa a ver que afinal Estes Judeus são piores que os SS do Adolfo Hitler
Porque ?
SE eles pudessem ja tinham morto tudo o que era árabe ...ocupado toda a terra e clamar ao mundo quer essa a vontade de GOD

Porra esse tipo de paleio ja eu Ouvi aos Cruzados
e de la foram corridos

Este estado de Israel vai implodir mais dia menos dia

Estamos a assistir a tudo ja demasiamente visto ...com os judeus a cometerem erros primarios e infantins

Este ataque deixou o Abbas totalmente de fora do paleio ...quando esse era o objectivo da america e da Europa

Abbas agora é q ue ficou mesmo arrumado

negociações agora ????

Chapeu ! ...

Gostaria de saber, ao nível estatístico, quantas vítimas os foguetes lançados de Gaza fizeram. É que existe uma coisa chamada desproporção de meios. Matar indescreminadamente qualquer um, ás muitas dezenas, para responder a lançamentos sem consequências mostra o espírito de quem prmete um novo holocausto....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 12:50 pm

RONALDO ALMEIDA escreveu:
Os MISSEIS que o HAMMAS envia para ISRAEL, claro , nao SAO mencionados pelo MANGO???????????????? Ate da ideia que ISRAEL anda a procura de civis para matar!!!por favor......................MAIS IMPARCIALIDADE!!!!!!!!!

Este problemas ja existem ANTES DE BUSH e continuarao DEPOIS DE BUSH!!!Nao teem NADA A VER COM BUSH!!! Nao seja INGENUO, ou pense que os outros sao IDIOTAS!!!

mano nao me faça rir
Osd misseis são feitos artesanalmente e a unica coisa que mataram foi um Israelita
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 12:53 pm

Isto MAIS PARECE UM CLUBE ANTI-SEMITA!!! E PRO-TERROR!! Laughing Laughing Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 1:08 pm

Citação :
Isto MAIS PARECE UM CLUBE Americano !!! E PRO-TERROR!!

Very Happy Smile Sad Evil or Very Mad What a Face tongue confused sunny queen flower jocolor albino cherry Basketball
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vagamente livre



Mensagens : 157
Data de inscrição : 16/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 5:09 pm

O Mango e o Ronhas falam a uma só voz e sempre no mesmo sentido quando à luta entre Israel e os palestinos se referem.
Não entendo muito bem a unilateralidade, salvo por simpatias por um dos lados.
Ora, parece-me que isso não leva a lado nenhum e, antes pelo contrário, acaba por dar força a um dos lados que nem sempre está com a razão.
É claro que a força israelita é muito superior à força palestina mas nem por isso o estado israelita deve deixar de a usar quando se trata de proteger os seus cidadãos.
Já noutro momento escrevi que se eu estiver em minha casa e me agredirem do exterior, só não usarei a força para me defender se não quizer. Mas o natural é que queira usá-la e a use.
Já sei que me vão dizer que a casa não é minha, que a roubei, e que portanto, sou eu o agressor. Pois talvez seja eu o agressor mas também, após tanto tempo a levar na cabeça, os meus inimigos já deveriam saber que eu não me fico e que não é à pancada que me tiram da casa que considero minha.
E não me venham com a desproporcionalidade de meios. Quando existe guerrilha, nunca há proporcionalidade. O choradinho dos civis, das mulheres e crianças também não pega, pela simples razão de que a guerrilha vive metida no meio da população que a bem ou a mal lhe dá cobertura.
Logo, tendo em vista a qualidade de represálias a que se sujeitam pelo facto de não quererem parar de dar alfinetadas no elefante que é Israel, não passando eles de pequenos mosquitos, já deveriam ter percebido que essa sua atitude não leva a lado nenhum, antes contribui para maior sofrimento.
São sessenta anos de guerras sempre perdidas, com avanços do inimigo que não se intimida em face das dificuldades que lhe são criadas, que deveriam ter chamado à razão aqueles que, na sua cegueira, juraram destruir Israel, sem se aperceberem de que são eles que se estão destruindo.
Israel é um Estado de Direito Internacional, num espaço aonde não havia Estado. Claro que, para se instalar, num ambiente hostil teve que fazer algumas coisas desagradáveis para aqueles que lá se encontravam e juraram destruí-lo.
Até à data não o conseguiram fazer e já era tempo de terem percebido que não o vão conseguir e que a melhor solução para todos, incluindo Israel, seria chegarem a um tratado de paz a fim de evitar a continuação do morticínio.
Esta teimosia, só se explica pelo pouco valor que eles dão às suas vidas e às dos seus, que depois vêm chorar em grandes espectáculos, de armas na mão e darem fogo para o ar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ronhas



Mensagens : 520
Data de inscrição : 15/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 5:24 pm

Vagamente livre escreveu:
O Mango e o Ronhas falam a uma só voz e sempre no mesmo sentido quando à luta entre Israel e os palestinos se referem.
Não entendo muito bem a unilateralidade, salvo por simpatias por um dos lados.
Ora, parece-me que isso não leva a lado nenhum e, antes pelo contrário, acaba por dar força a um dos lados que nem sempre está com a razão.
É claro que a força israelita é muito superior à força palestina mas nem por isso o estado israelita deve deixar de a usar quando se trata de proteger os seus cidadãos.
Já noutro momento escrevi que se eu estiver em minha casa e me agredirem do exterior, só não usarei a força para me defender se não quizer. Mas o natural é que queira usá-la e a use.
Já sei que me vão dizer que a casa não é minha, que a roubei, e que portanto, sou eu o agressor. Pois talvez seja eu o agressor mas também, após tanto tempo a levar na cabeça, os meus inimigos já deveriam saber que eu não me fico e que não é à pancada que me tiram da casa que considero minha.
E não me venham com a desproporcionalidade de meios. Quando existe guerrilha, nunca há proporcionalidade. O choradinho dos civis, das mulheres e crianças também não pega, pela simples razão de que a guerrilha vive metida no meio da população que a bem ou a mal lhe dá cobertura.
Logo, tendo em vista a qualidade de represálias a que se sujeitam pelo facto de não quererem parar de dar alfinetadas no elefante que é Israel, não passando eles de pequenos mosquitos, já deveriam ter percebido que essa sua atitude não leva a lado nenhum, antes contribui para maior sofrimento.
São sessenta anos de guerras sempre perdidas, com avanços do inimigo que não se intimida em face das dificuldades que lhe são criadas, que deveriam ter chamado à razão aqueles que, na sua cegueira, juraram destruir Israel, sem se aperceberem de que são eles que se estão destruindo.
Israel é um Estado de Direito Internacional, num espaço aonde não havia Estado. Claro que, para se instalar, num ambiente hostil teve que fazer algumas coisas desagradáveis para aqueles que lá se encontravam e juraram destruí-lo.
Até à data não o conseguiram fazer e já era tempo de terem percebido que não o vão conseguir e que a melhor solução para todos, incluindo Israel, seria chegarem a um tratado de paz a fim de evitar a continuação do morticínio.
Esta teimosia, só se explica pelo pouco valor que eles dão às suas vidas e às dos seus, que depois vêm chorar em grandes espectáculos, de armas na mão e darem fogo para o ar.


O Mango e o Ronhas, embora de acordo em muitas áreas, têm sensibilidades próprias e opcções distintas. Mas o que me diz é que o facto consumado dá direito a que se aceite tudo. Nunca se esqueça que quem civilizou a Península Ibérica (técnica e intelectualmente) foram os então chamados mouros. Se aqui entrassem (estão muito perto, não se esqueça), evocando que já cá tinham estado, deixava-se evadir??? E se não conseguisse fastá-los em tempo útil dava o facto como consumado??? São perguntas que lhe deixo....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vagamente livre



Mensagens : 157
Data de inscrição : 16/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Dom Mar 02, 2008 5:50 pm

Ao Ronhas eu respondo do seguinte modo:

Ninguém gosta de ser expulso de sua casa. Há aqui todavia, uma questão prévia. A casa não era de ninguém e foi dada a possibilidade de nela se instalarem as duas famílias, sendo que a família muçulmana ficava com a maior parte.
E não se diga neste caso, que o problema é de uma religião. O problema é das duas, sendo que aquela que se queixa, é por norma mais intransigente.
Quanto ao problema que me põe relativamente ao povo que ocupou e como diz, civilizou a Península Ibérica, não se esqueça que também ele não é originário de cá. Quando cá chegou, e foi usando a violência, já outros cá estavam e muitos outros tinham por cá passado.
Não se pode portanto pôr o problema da reocupação embora já alguém o tenha sugerido.
Aproveito também para lhe dizer que não estou minimamente interessado em ter um Estado religioso, seja ele de que religião for. Contra isso me baterei sempre. Não nos esqueçamos dos estragos provocados por esse tipo de Estados em todo o lado onde se instalaram.
Quanto ao aceitar o facto consumado, manda a inteligência que se saiba sempre reconhecer o momento em que já de nada serve a luta. E esta dos palestinos tem-lhes mostrado que estão a bater com a cabeça num muro de cimento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ronhas



Mensagens : 520
Data de inscrição : 15/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Seg Mar 03, 2008 4:51 am

Vagamente livre escreveu:
Ao Ronhas eu respondo do seguinte modo:

Ninguém gosta de ser expulso de sua casa. Há aqui todavia, uma questão prévia. A casa não era de ninguém e foi dada a possibilidade de nela se instalarem as duas famílias, sendo que a família muçulmana ficava com a maior parte.(...)

Aí está todo o meu desacordo. Então a casa não era de ninguém??? Era um espaço desabitado??? Não, vivia lá gente. Que hoje vive em acampamentos. Que hoje vivem cercados por muros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Seg Mar 03, 2008 7:20 am

Meu caro e amigo vagamente vaga ( ou On da )

Se ha gajas que eu detesto são arabes com o beu e burlka e aqueles gritos histericos e muitas vezes inoportunos
O Vitor ( vitinho pros amigos ) nao é arabe nem judeu porque é 100% Tuga ...ambos a gente metemos na alheta
Portanto vagamente n

ao me atire para um clube que eu nao alinho
========================================
sE O AMIGO VER UM MATULão com1.90 a dar um enxugo de porrada num gajo coxo careca e com 1.20m e olhar para a cara do gajo feita em bola de sangue

se o amigo tiver tomates faz peito feito ao matulão e grita-lhe
Eh pá se és macho bate-me em mim
Meu caro eu fiz isso no CNA em Tomar quando tinha 14 anois e vi o " Prefeito " a dar um enxugo de porrada num puto debil ( que acabou por morrer de cancro ) ...
Disse eu na altura
Porque é que não é valente com os da sua idade e bate em crianças ?
Pois
Eu levei 2 tabefes valentesz mas aguentei ...ate podia ter feito queixa ao reitgor e familia
mas ..achei quye tinha mais tomates que o FDP do 1,90
=============================================

Sempre considerei os palestianos abixo de cão e terrorista a evcitar
Até ao dia em que vi putos a enfrentar tanques de guerra
e depois vi os judeus destruirem um velhinho em cadeiras de rodas com um missel
Alto e p+ara o baile
E foi infolrmar-me do que se passava
==============================================

O mano Jps ( Santanaz ) fez no vaga um apanhado do que é Israel
O Gurion apostou que os Judeus deviam ter uma patria
Asasim como os maricas daqui a pouco acham que devem ter um sexo garantido na Lei
Churchill foi o Obreira da causa da formação de Israel
Tudo feito a papel esquadria e compasso com Estaline e derivados
Os árabes que ocupavam com ovelhas pax e tranquilidade a zona ( só haviam 40,000 Judeus ) viram de repente aparece milhares e milhares de Judeus vindos do Ku de Judas

Basta a um judeu dizer que é judeu que em 5 minutos tem o estatuto de cidadania com tudo escrito nas leis e apoiado p+ela mais fanática e mortífera arma de guerra
A Juntar a isto teem o beneficio dos USA que em politica e diplomacia teem a virtude de terem cagado o mundo com tudo o que é erros
Um, arabe nascido em Israel teem apenas e só o estatuto de
" abaixo de cão " e se nascer na Cisjordania tem que ver e calar colonatos que são protegidos pelo exercito judaico
e se ele quizer garantir que é Cijordania isso os judeus não deixam portque o choradinho do holocausto lhes rendeu fartas e gordas lagrimas

Ou seja
Hoje os Judeus portam-se pior que as SS alemães
Movimentam-se num espaço onde se dizem cumpridores de leis mas sempre que elas lhes são desfavoráveis cagam nelas ( forte e feio ) e de nada vale a ONUI ditar seja o que for

Ou seja Hoje um Judeu tem um estatuto de intocável que pode fazer o que lhe der na gana que a Europa ( farta de judeus ) se marimba e os americanos lhes da interesses para servir de cão de guarda

Só que ..na arrogância de PODER os judeus não viram ou não sabem que nunca devemos desprezar o inimigo e que a Força bruta se auto destroi ...ou seja implode

Implode porque ?

Porque os Israelitas n

ao suportar viver Hoje num ninho de víboras sem qualquer futuro onde se pede a destruição do estado de um estado confessional
Judeus que eram tolerados pelos árabes Hoje são odiados por tudo que volte UKU para Meca
Vulneráveis e com as mãos ensagu4entadas eles os falcões tomam atitudes de Kalzanadas convencidos que basta matar chefes e varias famílias para que os árabes acalmarem

Meu Santo GOD onde paira tanta inguniedade
Napoleão dizia que uma guerra é de tal modo importante que nunca devemos matar chefias

e ele mesmo sabedor caiu na armadilha de se ter enterrado pela Rússia dentro para quebrar a espinha ao inimigo
Foi com 500.000 e regressaram 15.000
Depois
FOICE
Tudo que era fracxoste negros na América e na África do Sul que apanhavam poucas e laboravam a levar porrada Hoje estao na mó de cima

Judeus ...nem Abraão lhes vai acudir
Porque eles mostram ao mundo que são iguais aos SS
Sem tira nem por
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Seg Mar 03, 2008 10:25 am

O MANGO confunde O POVO PALESTINO, com os FATAH E HAMMAS, que sao ORGANIZACOES TERRORISTAS!!! o povo palestino TEM SIDO roubado PELOS PROPRIOS aut0-intitulados liders E A corrupcao E gigantesca!!! o povo palestino NAO TEM opcaao!!! Israel NAO VAI ACANBAR, portanto a solucao esta em ACEITAR e fazer acordo de paz, que traga PROPSPERIDADE E SEGURANCA ao POVO PALESTINO!!! Aceitacao de ISRAEL!!!! Enquanto isso nao for feito, o MEDIO-ORIENTE, continuara a ser uma ESPONJA DE SANGUE!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Seg Mar 03, 2008 11:10 am

RONALDO ALMEIDA escreveu:
O MANGO confunde O POVO PALESTINO, com os FATAH E HAMMAS, que sao ORGANIZACOES TERRORISTAS!!! o povo palestino TEM SIDO roubado PELOS PROPRIOS aut0-intitulados liders E A corrupcao E gigantesca!!! o povo palestino NAO TEM opcaao!!! Israel NAO VAI ACANBAR, portanto a solucao esta em ACEITAR e fazer acordo de paz, que traga PROPSPERIDADE E SEGURANCA ao POVO PALESTINO!!! Aceitacao de ISRAEL!!!! Enquanto isso nao for feito, o MEDIO-ORIENTE, continuara a ser uma ESPONJA DE SANGUE!!!

Oh mano RON então a chamar ingnuranti ao tio Mango

Pela sua teoria se o Churchill achasse que os Judeus era no Alentejo que deviam estar ...a gente calava-se senão vinha a 7ª e matava tudo
Meu caro amigo americano
Portugal enfrentou aqui onde tenho o Kusentadu o maior exercito e mais bem treinado
O do Napoleão
sabe o que ele queria ?
Que a gente fizesse o que ele queria
E levou manguito e nas trombas
Porque
??? Porque todos os popvos teem a sua dignidade
Ao fim de 60 anos os Judeus nao conseguiram vergbar o povo da palestina e não é agora que o vão conseguir com a cagada americana no Iraque

Solução ?
bem simples
Acabar de vez com um estado confessional onde todos os que nascerem por la teem direito a nascer livres nus e aos berros e nunca com um pires na Moina e a ler o Livro sagrado chamado Thora (???)
Nunca nenhum exercito no mundo ou arredores conseguiu vencer uma guerrilha com base no POVO
Meter um exercito a combater civis da sempre sangue chatece e abandono da luta

O perigo REAL da Palestina é Israel perder o UNICO aliado que tinha ate agora ...o Egipto
Sem o Egipto como parceiro e agora sem o Abbas que tinha o amen dos americanos jamais os governos do Egipto se vão arriscar a meterem-sae com assassinos e loucos varridos como é o Olmet
NãoOOOOOOOOOOOO se esqueça que por rapatrem 3 soldados ele destruiu Todo o Libano ...lançou 4 milhoes de bombas ...matoiu ate funcionarios da ONU
AGORA ...são os paises europeus e o Mundo que reconstrui o Líbano
Diga-me la uma coisa
E os três soldados raptados onde estão ?

O gajo é completamente paranóico como o era oo Adolfo Hitler
Se eu estiver errado diga-me para eu corrigir
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Seg Mar 03, 2008 2:43 pm

ronhas escreveu:
Vagamente livre escreveu:
O Mango e o Ronhas falam a uma só voz e sempre no mesmo sentido quando à luta entre Israel e os palestinos se referem.
Não entendo muito bem a unilateralidade, salvo por simpatias por um dos lados.
Ora, parece-me que isso não leva a lado nenhum e, antes pelo contrário, acaba por dar força a um dos lados que nem sempre está com a razão.
É claro que a força israelita é muito superior à força palestina mas nem por isso o estado israelita deve deixar de a usar quando se trata de proteger os seus cidadãos.
Já noutro momento escrevi que se eu estiver em minha casa e me agredirem do exterior, só não usarei a força para me defender se não quizer. Mas o natural é que queira usá-la e a use.
Já sei que me vão dizer que a casa não é minha, que a roubei, e que portanto, sou eu o agressor. Pois talvez seja eu o agressor mas também, após tanto tempo a levar na cabeça, os meus inimigos já deveriam saber que eu não me fico e que não é à pancada que me tiram da casa que considero minha.
E não me venham com a desproporcionalidade de meios. Quando existe guerrilha, nunca há proporcionalidade. O choradinho dos civis, das mulheres e crianças também não pega, pela simples razão de que a guerrilha vive metida no meio da população que a bem ou a mal lhe dá cobertura.
Logo, tendo em vista a qualidade de represálias a que se sujeitam pelo facto de não quererem parar de dar alfinetadas no elefante que é Israel, não passando eles de pequenos mosquitos, já deveriam ter percebido que essa sua atitude não leva a lado nenhum, antes contribui para maior sofrimento.
São sessenta anos de guerras sempre perdidas, com avanços do inimigo que não se intimida em face das dificuldades que lhe são criadas, que deveriam ter chamado à razão aqueles que, na sua cegueira, juraram destruir Israel, sem se aperceberem de que são eles que se estão destruindo.
Israel é um Estado de Direito Internacional, num espaço aonde não havia Estado. Claro que, para se instalar, num ambiente hostil teve que fazer algumas coisas desagradáveis para aqueles que lá se encontravam e juraram destruí-lo.
Até à data não o conseguiram fazer e já era tempo de terem percebido que não o vão conseguir e que a melhor solução para todos, incluindo Israel, seria chegarem a um tratado de paz a fim de evitar a continuação do morticínio.
Esta teimosia, só se explica pelo pouco valor que eles dão às suas vidas e às dos seus, que depois vêm chorar em grandes espectáculos, de armas na mão e darem fogo para o ar.


O Mango e o Ronhas, embora de acordo em muitas áreas, têm sensibilidades próprias e opcções distintas. Mas o que me diz é que o facto consumado dá direito a que se aceite tudo. Nunca se esqueça que quem civilizou a Península Ibérica (técnica e intelectualmente) foram os então chamados mouros. Se aqui entrassem (estão muito perto, não se esqueça), evocando que já cá tinham estado, deixava-se evadir??? E se não conseguisse fastá-los em tempo útil dava o facto como consumado??? São perguntas que lhe deixo....

excelente analise!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vagamente livre



Mensagens : 157
Data de inscrição : 16/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 12:39 pm

Vitor mango escreveu:
Meu caro e amigo vagamente vaga ( ou On da )

Se ha gajas que eu detesto são arabes com o beu e burlka e aqueles gritos histericos e muitas vezes inoportunos
O Vitor ( vitinho pros amigos ) nao é arabe nem judeu porque é 100% Tuga ...ambos a gente metemos na alheta
Portanto vagamente n

ao me atire para um clube que eu nao alinho
========================================
sE O AMIGO VER UM MATULão com1.90 a dar um enxugo de porrada num gajo coxo careca e com 1.20m e olhar para a cara do gajo feita em bola de sangue

se o amigo tiver tomates faz peito feito ao matulão e grita-lhe
Eh pá se és macho bate-me em mim
Meu caro eu fiz isso no CNA em Tomar quando tinha 14 anois e vi o " Prefeito " a dar um enxugo de porrada num puto debil ( que acabou por morrer de cancro ) ...
Disse eu na altura
Porque é que não é valente com os da sua idade e bate em crianças ?
Pois
Eu levei 2 tabefes valentesz mas aguentei ...ate podia ter feito queixa ao reitgor e familia
mas ..achei quye tinha mais tomates que o FDP do 1,90
=============================================

Sempre considerei os palestianos abixo de cão e terrorista a evcitar
Até ao dia em que vi putos a enfrentar tanques de guerra
e depois vi os judeus destruirem um velhinho em cadeiras de rodas com um missel
Alto e p+ara o baile
E foi infolrmar-me do que se passava
==============================================

O mano Jps ( Santanaz ) fez no vaga um apanhado do que é Israel
O Gurion apostou que os Judeus deviam ter uma patria
Asasim como os maricas daqui a pouco acham que devem ter um sexo garantido na Lei
Churchill foi o Obreira da causa da formação de Israel
Tudo feito a papel esquadria e compasso com Estaline e derivados
Os árabes que ocupavam com ovelhas pax e tranquilidade a zona ( só haviam 40,000 Judeus ) viram de repente aparece milhares e milhares de Judeus vindos do Ku de Judas

Basta a um judeu dizer que é judeu que em 5 minutos tem o estatuto de cidadania com tudo escrito nas leis e apoiado p+ela mais fanática e mortífera arma de guerra
A Juntar a isto teem o beneficio dos USA que em politica e diplomacia teem a virtude de terem cagado o mundo com tudo o que é erros
Um, arabe nascido em Israel teem apenas e só o estatuto de
" abaixo de cão " e se nascer na Cisjordania tem que ver e calar colonatos que são protegidos pelo exercito judaico
e se ele quizer garantir que é Cijordania isso os judeus não deixam portque o choradinho do holocausto lhes rendeu fartas e gordas lagrimas

Ou seja
Hoje os Judeus portam-se pior que as SS alemães
Movimentam-se num espaço onde se dizem cumpridores de leis mas sempre que elas lhes são desfavoráveis cagam nelas ( forte e feio ) e de nada vale a ONUI ditar seja o que for

Ou seja Hoje um Judeu tem um estatuto de intocável que pode fazer o que lhe der na gana que a Europa ( farta de judeus ) se marimba e os americanos lhes da interesses para servir de cão de guarda

Só que ..na arrogância de PODER os judeus não viram ou não sabem que nunca devemos desprezar o inimigo e que a Força bruta se auto destroi ...ou seja implode

Implode porque ?

Porque os Israelitas n

ao suportar viver Hoje num ninho de víboras sem qualquer futuro onde se pede a destruição do estado de um estado confessional
Judeus que eram tolerados pelos árabes Hoje são odiados por tudo que volte UKU para Meca
Vulneráveis e com as mãos ensagu4entadas eles os falcões tomam atitudes de Kalzanadas convencidos que basta matar chefes e varias famílias para que os árabes acalmarem

Meu Santo GOD onde paira tanta inguniedade
Napoleão dizia que uma guerra é de tal modo importante que nunca devemos matar chefias

e ele mesmo sabedor caiu na armadilha de se ter enterrado pela Rússia dentro para quebrar a espinha ao inimigo
Foi com 500.000 e regressaram 15.000
Depois
FOICE
Tudo que era fracxoste negros na América e na África do Sul que apanhavam poucas e laboravam a levar porrada Hoje estao na mó de cima

Judeus ...nem Abraão lhes vai acudir
Porque eles mostram ao mundo que são iguais aos SS
Sem tira nem por

Caro Mango.

Não veja naquilo que escrevi aquilo que lá não está.
Não disse que o Mango alinhava por uma religião em desfavor de outra, até porque já o conheço de outros locais e sei que assim não é.
O que eu disse foi: "Não entendo muito bem a unilateralidade, salvo por simpatias por um dos lados.", o que é muito diferente de alinhar com os defensores de "beu e burka".

Se ha gajas que eu detesto são arabes com o beu e burlka e aqueles gritos histericos e muitas vezes inoportunos
O Vitor ( vitinho pros amigos ) nao é arabe nem judeu porque é 100% Tuga ...ambos a gente metemos na alheta
Portanto vagamente n

ao me atire para um clube que eu nao alinho


É aqui que de facto começam a surgir os problemas.
Se por Tuga se entende ser português, então um Tuga pode ser muçulmano ou judeu como pode ser cristão ou não ser nada.
O grande problema é que não há uma correspondência biunuvoca e, enquanto um português pode ser tudo isso, um muçulmano põe acima da sua nacionalidade a sua religião, o mesmo acontecendo com os judeus. Logo, para um verdadeiro muçulmano, não existem países, mas pessoas que se devem curvar perante Alá da mesma forma que para os judeus existe um Deus Bíblico, perante o qual todos os homens se deverão curvar. Qualquer das religiões são expansionistas havendo no entanto diferenças substanciais na aceitação de crentes. Enquanto os muçulmanos pretendem converter a bem ou a mal todos os povos e instalar no mundo um governo confessional de cariz Maometano, os Judeus querem dobrar todos os povos a seus pés porque foram eles os escolhidos pelo tal Deus Bíblico.
Sei que não lhe estou a dar novidade nenhuma. Este problema é por demais conhecido do Mango.
Eu desço às coisas mais chãs. Penso que em face da História tanto direito têm os judeus como os muçulmanos de ocupar aquele espaço. O grande problema é ser Israel um estado confessional assim como será confessional o estado palestino ocupe ele o espaço que ocupar.
Entretanto, e tendo em conta que há uma desproporção abismal entre o espaço territorial e o nº. de habitantes dos territórios muçulmanos quando comparados com o território judeu e os seus habitantes, foi necessário aos judeus armarem-se com aquilo que no mundo existe de melhor não só em armamento, mas acima de tudo, com o pensamento. É aqui que reside a grande desigualdade entre estes dois povos. Os judeus armaram-se técnica e cientificamente com o que há de melhor enquanto os muçulmanos permaneceram, como o Mango costuma dizer, "de cu para o ar".
A experiência do passado que levou Portugal a expulsar os mouros, não deveria ser esquecida, tendo em conta que em termos religiosos eles, como aliás o foram os cristãos noutros tempos, continuam a ser expansionistas.
Estrategicamente, a bem do mundo ocidental, do qual Portugal faz parte, será bom que Israel não seja destruído. Se isso acontecer, brevemente estaremos todos de "cu para o ar".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 12:54 pm

Mano Vagamente Livre

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIII adorei mesmo o modo como soube fazer cocegas nas religiões em causa
No fundo eu poderia subscrever
Só que ...
Só que
Como diria
SE
seu nascesse num pais árabe andaria dekuparameca ?
Ou se nascido em Israel andaria de pires na tola ?
?????????????

O nosso mano anarca que mudou de adega para cura de repouso agarrou nisto das religiões pelas partes ....e....
mas...prontus ...não me vou esticar mais no assunto antes que me espalhe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 1:04 pm

RONALDO ALMEIDA escreveu:
ronhas escreveu:
Vagamente livre escreveu:
O Mango e o Ronhas falam a uma só voz e sempre no mesmo sentido quando à luta entre Israel e os palestinos se referem.
Não entendo muito bem a unilateralidade, salvo por simpatias por um dos lados.
Ora, parece-me que isso não leva a lado nenhum e, antes pelo contrário, acaba por dar força a um dos lados que nem sempre está com a razão.
É claro que a força israelita é muito superior à força palestina mas nem por isso o estado israelita deve deixar de a usar quando se trata de proteger os seus cidadãos.
Já noutro momento escrevi que se eu estiver em minha casa e me agredirem do exterior, só não usarei a força para me defender se não quizer. Mas o natural é que queira usá-la e a use.
Já sei que me vão dizer que a casa não é minha, que a roubei, e que portanto, sou eu o agressor. Pois talvez seja eu o agressor mas também, após tanto tempo a levar na cabeça, os meus inimigos já deveriam saber que eu não me fico e que não é à pancada que me tiram da casa que considero minha.
E não me venham com a desproporcionalidade de meios. Quando existe guerrilha, nunca há proporcionalidade. O choradinho dos civis, das mulheres e crianças também não pega, pela simples razão de que a guerrilha vive metida no meio da população que a bem ou a mal lhe dá cobertura.
Logo, tendo em vista a qualidade de represálias a que se sujeitam pelo facto de não quererem parar de dar alfinetadas no elefante que é Israel, não passando eles de pequenos mosquitos, já deveriam ter percebido que essa sua atitude não leva a lado nenhum, antes contribui para maior sofrimento.
São sessenta anos de guerras sempre perdidas, com avanços do inimigo que não se intimida em face das dificuldades que lhe são criadas, que deveriam ter chamado à razão aqueles que, na sua cegueira, juraram destruir Israel, sem se aperceberem de que são eles que se estão destruindo.
Israel é um Estado de Direito Internacional, num espaço aonde não havia Estado. Claro que, para se instalar, num ambiente hostil teve que fazer algumas coisas desagradáveis para aqueles que lá se encontravam e juraram destruí-lo.
Até à data não o conseguiram fazer e já era tempo de terem percebido que não o vão conseguir e que a melhor solução para todos, incluindo Israel, seria chegarem a um tratado de paz a fim de evitar a continuação do morticínio.
Esta teimosia, só se explica pelo pouco valor que eles dão às suas vidas e às dos seus, que depois vêm chorar em grandes espectáculos, de armas na mão e darem fogo para o ar.


O Mango e o Ronhas, embora de acordo em muitas áreas, têm sensibilidades próprias e opcções distintas. Mas o que me diz é que o facto consumado dá direito a que se aceite tudo. Nunca se esqueça que quem civilizou a Península Ibérica (técnica e intelectualmente) foram os então chamados mouros. Se aqui entrassem (estão muito perto, não se esqueça), evocando que já cá tinham estado, deixava-se evadir??? E se não conseguisse fastá-los em tempo útil dava o facto como consumado??? São perguntas que lhe deixo....

excelente analise!!!!!!

Na ultima semana agarrei no GPS e num Citroen artilhado de seria e atravessei toda a Espanha cortando a mesma em fatias
e olhando para p Jps a estrada ... e parando nos paradores para a mija tradicional eu ia embalando da razão porque
Porque Portugal se separou de Espanha
e o que é Espanha
Quando cheguei a Cordoba agarrei um empregado de mesa e disPAREI
pÁ O QUE SABES SOBRE O CALIFADO DE cORDOBA
E do El Cid
?????
Nada !
Porra mais a cultura
Granada a Poucos Kilometros foi um potentado dos árabes conquistado pelo Rei católico mediante um acordo que foi cumprido
La longe junto ao mar Portugal arrotava Poder Manuelino esbanjando-se em pimenta e canela
Nota-se por toda a Espanha um movimento grande em agricultura destacando Olivais aos milhões
E aí eu penso
Porra para a colheita esta malta precisam de milhares e milhares de emigras
Conheci Sevilha quando nas paredes ainda havia balas da guerra civil e o café era ouro que se vendia em Espanha

Castela sempre dominou toda a Espanha por razões que se me escapam
mas toda a Espanha enfrenta perigos de se desagregar

O Povo povo come veste-se passeia ...e sonha
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 1:06 pm


O Califa de Córdoba (ou Córdova) governou a Península Ibérica islâmica e Norte de África a partir da cidade de Córdoba de 929 a 1031. O título de Califa foi reclamado por Abd-ar-Rahman III a 16 de Janeiro de 929; Rahman era reconhecido como Emir de Córdoba. Todos os Califas de Córdoba foram membros da dinastia Omíada; a mesma que detinha o título de Emir de Córdoba e governava praticamente o mesmo território desde 756.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 1:09 pm


A Espanha Islâmica






Por Mônica Muniz


A islamização e arabização da região de Al-Andalus (denominação árabe
da Espanha muçulmana) foram processos longos e complicados. As
primeiras incursões militares árabes à região, entre 642 e 669,
partiram do Egito e ocorreram mais por iniciativas locais do que
propriamente por uma estratégia do califado central. No entanto, quando
a sede do califado transferiu-se de Medina para Damasco, os omíadas
reconheceram a importância de dominar o Mediterrâneo, o que exigia um
esforço militar conjunto sobre o norte da África. Em 670, um exército
árabe, chefiado por Uqba ibn Nafi, fundou a cidade de Al-Cairouan,
cerca de 160 km ao sul do que hoje é a cidade de Túnis, que passou a
servir de base para operações militares mais distantes.


No ano de 711, Tarik ibn Ziyad, um general liberto e governador da
faixa ocidental do Magrebe (atual norte do Marrocos), venceu o visigodo
Rodrigo, rei de Espanha. Chefiando um exército de 7.000 homens, e
contando com o auxílio de convertidos bérberes, ele atravessou o
Estreito e desembarcou junto a um enorme rochedo, que tomou o nome de
Jabal-i-Tariq (Monte de Tariq), mais tarde ocidentalizado para
Gibraltar. Em 712, uma nova leva de árabes chegou à região, quando
grande parte da Espanha central, Portugal e partes da Itália já tinham
sido ocupadas. Seguiram-se as conquistas de Medina, Sidônia, Sevilha e
Mérida. Os árabes estabeleceram uma nova capital em Córdoba, às margens
do rio Guadalquivir, o que garantia água suficiente para a produção
agrícola, que se desenvolveu graças às novas técnicas introduzidas por
eles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vagamente livre



Mensagens : 157
Data de inscrição : 16/10/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Ter Mar 04, 2008 3:45 pm

Vitor mango escreveu:
Mano Vagamente Livre

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIII adorei mesmo o modo como soube fazer cocegas nas religiões em causa
No fundo eu poderia subscrever
Só que ...
Só que
Como diria
SE
seu nascesse num pais árabe andaria dekuparameca ?
Ou se nascido em Israel andaria de pires na tola ?
?????????????

O nosso mano anarca que mudou de adega para cura de repouso agarrou nisto das religiões pelas partes ....e....
mas...prontus ...não me vou esticar mais no assunto antes que me espalhe

A diferença entre nascer num país árabe ou em Israel está em que se nascesse num país árabe, e a sua origem não fosse árabe, provavelmente não seria obrigado a andar de dekuparameca, mas não poderia beber cartaxo de que tanto gosta, enquanto que se nascesse em Israel, e não fosse de origem judaica, ninguém quereria que andasse de pires na tola, mas teria a possibilidade e a liberdade de se encher de cartaxo ou outro que mais lhe agradasse.
Como vê há nisto muita diferença.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   Qua Mar 05, 2008 1:24 am

Vagamente livre escreveu:
Vitor mango escreveu:
Mano Vagamente Livre

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIII adorei mesmo o modo como soube fazer cocegas nas religiões em causa
No fundo eu poderia subscrever
Só que ...
Só que
Como diria
SE
seu nascesse num pais árabe andaria dekuparameca ?
Ou se nascido em Israel andaria de pires na tola ?
?????????????

O nosso mano anarca que mudou de adega para cura de repouso agarrou nisto das religiões pelas partes ....e....
mas...prontus ...não me vou esticar mais no assunto antes que me espalhe




A diferença entre nascer num país árabe ou em Israel está em que se nascesse num país árabe, e a sua origem não fosse árabe, provavelmente não seria obrigado a andar de dekuparameca, mas não poderia beber cartaxo de que tanto gosta, enquanto que se nascesse em Israel, e não fosse de origem judaica, ninguém quereria que andasse de pires na tola, mas teria a possibilidade e a liberdade de se encher de cartaxo ou outro que mais lhe agradasse.
Como vê há nisto muita diferença.


OH maninho vagamente Livre
Bamus la acertar as agulhas
Nós tivemos ambos os Kuzes aki na parvonia
Sabe o que eram moçárabes ?
Pois eram cristãos que os árabes deixavam livremente escolher onde ajoelhar
E porque razão os Judeus foram expulsos ?
Quartada pá !
Eles segregavam-se em ghetos onde ás escondidas tinham o metier para ninguém ver como fazia
Emprestavam dinheiro a 25 % aos aflitos e para alguém ser Judeu tinha que ter uma mãe Judia

Saidos daqui aos pontapés pelos Kings Manuel e III eles foram para Marrocos Turquia Russia Holanda ...
Em Marrocos foram acranhados pelos mouros e só com a cagada de Israel só num ano fugiram da capital de Marrocos 20.000
Na Turquia influente familias portuguesas judaicas conservam ainda tradições portuguesas

meu caro eu vivo numa região fanatica MENTE católica e desde pequeno ( nunca me torceram o pepino ) ouvia dizer que
Jesuítas e Judeus era de fugir deles
Uns eram fanaticos e os outro SOVINAS ( vendiam ate á avó por $ (pacato )

Quanto ao converteram outros povos
Calma
Aprendi na Escola que os filhos da Lencastre iam esticar a fé e o Império
e para isso era porrada de criar bicho no árabe

Por essa razão eu sinto-me no direito ( e dever ) de dizer que quem
hoje coloniza são os Judeus e quem ocupam e matam para esticar o
território são os Judeus
Árabes ? Morrem que nem moscas

Amigos como dantes e quartel general em Abrantes ( só bebo tinto não Koshe ...mas de boa colheita )
a bem da f

e e do Império
Vítor Mango senhor dos Algarves aquém e alem mar

Sucede e esta é para tomarem Nota
Que isto de cruzadas que os Judeus andam a fazer ja os croistãos a fizeram na Palestina porque aquilo era lugar Santo onde Jesus Cristo tinha nascido
Porra cair no mesmo erro com seculos
*****n-se ***
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Exército israelita mata cinco crianças em Gaza   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Exército israelita mata cinco crianças em Gaza
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Haverá crianças na grande tribulação e o inferno tá cheio delas
» A RELIGIOSIDADE QUE MATA
» Baixaria para criança
» A Letra Mata, mas o Espírito Vivifica
» Crianças e o arrebatamento

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: