InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 RICE é fufa ???? Olha olha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 1:34 pm

É IMPORTANTE SABER COM QUEM DORME CONDOLEEZZA?


Mário Bettencourt Resendes
provedor@dn.pt






















Em Setembro de 2005, o jornalista australiano John Pilger, famoso e
premiado pelos seus trabalhos de investigação, sobretudo na televisão,
editou uma interessante colectânea, que reúne um conjunto de
reportagens que "fizeram História".


Sob o título "Tell me no lies - Investigative Journalism that changed the world",
Pilger transcreve e comenta textos que vão desde Dachau, em 1945, até
matéria bem mais recente, relacionada com a invasão e guerra no Iraque.


No livro, não há apenas política, guerras e geoestratégia. Lá estão,
também, escândalos conhecidos, situados em outras áreas da vida
quotidiana - económica, científica e social. Curiosamente, não se
encontra uma única reportagem que tenha a ver com a vida íntima de
figuras públicas, o cruzamento, muitas vezes de alto risco, entre
política e sexo. E que, desde tempos remotos, mudou o curso da
História, justificando, nas décadas mais recentes, de existência de uma
imprensa agressiva, competitiva (e também abusiva...), milhares e
milhares de trabalhos de suposto "jornalismo de investigação".


Feito este intróito, será que se justificava o género de abordagem
feita pelo DN (pág. 29 da edição de 17 de Setembro) a um livro
recentemente publicado nos Estados Unidos sobre a vida de Condoleezza
Rice, responsável pela política externa norte-americana? Sob o título
"Condoleezza Rice comprou casa com outra mulher", o jornal refere-se ao
livro de Glenn Kessler, correspondente diplomático do The Washington Post (The Confidante: Condoleezza Rice and the Creation of the Bush Legacy).
Numa pequena notícia, publicada a duas colunas, em baixo de página,
ilustrada com uma foto da secretária de Estado, o DN dedica duas dúzias
de linhas apenas à especulação sobre o comportamento íntimo de Rice,
alimentada pela revelação da compra de uma casa em parceria com uma
amiga, Randy Bean, e uma terceira pessoa, um "professor de Stanford e gay
assumido", que "vendeu depois a sua parte às duas amigas". Citando o
autor, mas esquecendo as aspas da regra, a notícia termina com a dúvida
sobre se "haverá mais alguma coisa, para além da amizade, entre as
duas".


O leitor António José Matos Marques, em mensagem dirigida ao provedor,
não esconde o seu descontentamento pela opção do jornal. Salienta,
nomeadamente, que o facto relatado "não tem qualquer relação com a
actividade política, pública, de Rice" e acrescenta que "não se lembra
de ver citadas declarações de tipo conservador quanto aos
comportamentos sexuais e/ou homofóbicas, pelo que não poderá estar em
causa uma insanável contradição entre a postura pública e a vida
privada de Rice" - e neste ponto a memória do provedor coincide com a
do leitor.


Lumena Raposo, editora adjunta do Internacional e responsável, nesse
dia, pela secção, justifica-se : "O facto de Condoleezza Rice ter
comprado uma casa com outra mulher é público a partir do momento em que
é referido no livro de Glenn Kessler (...) e por ele discutido num
programa de rádio, como é referido na notícia." A jornalista
penitencia-se, por outro lado, pela ausência de aspas, já referida pelo
provedor, na declaração que termina a notícia.


Na matéria aqui em apreço, o provedor não tem particular dificuldade em
chegar a uma conclusão. Respondendo directamente ao título da coluna,
poderia ser importante saber "com quem dorme Condoleezza" se o seu
comportamento íntimo entrasse em flagrante contradição com posições
anteriormente assumidas. A vida pública implica hoje, para os seus
protagonistas, neste domínio, uma coerência compreensível. A resposta
poderia também ser positiva se, por exemplo, de uma relação íntima
resultasse um qualquer tipo de favorecimento indevido ou, no limite,
uma situação de potencial risco para a chamada segurança nacional
(recorde-se o caso de John Profumo, um ministro britânico que, nos anos
60, partilhou os lençóis de uma mulher com um espião soviético, um
escândalo que acabou por provocar a queda do Governo).


Ora, tanto quanto é do conhecimento público, nenhum destes cenários tem
a ver com a amizade entre Rice e Randy Bean. Mais importante ainda é o
facto de o DN ter passado completamente à margem dos conteúdos
fundamentais do livro, onde se faz uma análise das políticas de Rice e
da sua "habilidade" em jogar a carta racial "num mundo de homens
brancos de meia-idade".


Não se sugere que o jornal ignorasse a polémica "picante" ( por sinal
já estranhada por Kessler em entrevista posterior: "De maneira nenhuma
especulei sobre a natureza deste relacionamento no livro"); na opinião
do provedor, o assunto ficaria bem resolvido com uma referência
secundária, numa peça onde tivessem sido privilegiados os comentários e
as informações políticas incluídas na obra, bem mais interessantes e
adequados, pelo menos neste caso, a uma abordagem típica de um jornal
de referência. Por maioria de razão, discorda-se da chamada de primeira
página ("Sexualidade da secretária de Estado Condoleezza Rice tornou-se
polémica"), "da responsabilidade da Direcção", como recorda Lumena
Raposo.


Em conclusão, trata-se de um episódio que não figurará, por certo, numa
eventual antologia dos "grandes momentos de jornalismo" da história do Diário de Notícias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 1:42 pm

Se for verdade, so prova que BUSH, nao descrimina com maricas e lesbicas. Nem PRETOS. O mesmo nao pode dizer CLINTON e os outros. E esse sr. que vem armar-se em parvo? Que tal investigar o que ele e?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 2:37 pm

estranho é de certeza
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 3:23 pm

nisto de sexos oposto sou muito calssico
Ou sim ou melões


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 3:29 pm

affraid
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Sab Out 13, 2007 7:14 pm

Com essa eu emagrecia!!! Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   Dom Out 14, 2007 10:43 am

Vitor mango escreveu:
É IMPORTANTE SABER COM QUEM DORME CONDOLEEZZA?


Mário Bettencourt Resendes
provedor@dn.pt

























Em Setembro de 2005, o jornalista australiano John Pilger, famoso e
premiado pelos seus trabalhos de investigação, sobretudo na televisão,
editou uma interessante colectânea, que reúne um conjunto de
reportagens que "fizeram História".


Sob o título "Tell me no lies - Investigative Journalism that changed the world",
Pilger transcreve e comenta textos que vão desde Dachau, em 1945, até
matéria bem mais recente, relacionada com a invasão e guerra no Iraque.


No livro, não há apenas política, guerras e geoestratégia. Lá estão,
também, escândalos conhecidos, situados em outras áreas da vida
quotidiana - económica, científica e social. Curiosamente, não se
encontra uma única reportagem que tenha a ver com a vida íntima de
figuras públicas, o cruzamento, muitas vezes de alto risco, entre
política e sexo. E que, desde tempos remotos, mudou o curso da
História, justificando, nas décadas mais recentes, de existência de uma
imprensa agressiva, competitiva (e também abusiva...), milhares e
milhares de trabalhos de suposto "jornalismo de investigação".


Feito este intróito, será que se justificava o género de abordagem
feita pelo DN (pág. 29 da edição de 17 de Setembro) a um livro
recentemente publicado nos Estados Unidos sobre a vida de Condoleezza
Rice, responsável pela política externa norte-americana? Sob o título
"Condoleezza Rice comprou casa com outra mulher", o jornal refere-se ao
livro de Glenn Kessler, correspondente diplomático do The Washington Post (The Confidante: Condoleezza Rice and the Creation of the Bush Legacy).
Numa pequena notícia, publicada a duas colunas, em baixo de página,
ilustrada com uma foto da secretária de Estado, o DN dedica duas dúzias
de linhas apenas à especulação sobre o comportamento íntimo de Rice,
alimentada pela revelação da compra de uma casa em parceria com uma
amiga, Randy Bean, e uma terceira pessoa, um "professor de Stanford e gay
assumido", que "vendeu depois a sua parte às duas amigas". Citando o
autor, mas esquecendo as aspas da regra, a notícia termina com a dúvida
sobre se "haverá mais alguma coisa, para além da amizade, entre as
duas".


O leitor António José Matos Marques, em mensagem dirigida ao provedor,
não esconde o seu descontentamento pela opção do jornal. Salienta,
nomeadamente, que o facto relatado "não tem qualquer relação com a
actividade política, pública, de Rice" e acrescenta que "não se lembra
de ver citadas declarações de tipo conservador quanto aos
comportamentos sexuais e/ou homofóbicas, pelo que não poderá estar em
causa uma insanável contradição entre a postura pública e a vida
privada de Rice" - e neste ponto a memória do provedor coincide com a
do leitor.


Lumena Raposo, editora adjunta do Internacional e responsável, nesse
dia, pela secção, justifica-se : "O facto de Condoleezza Rice ter
comprado uma casa com outra mulher é público a partir do momento em que
é referido no livro de Glenn Kessler (...) e por ele discutido num
programa de rádio, como é referido na notícia." A jornalista
penitencia-se, por outro lado, pela ausência de aspas, já referida pelo
provedor, na declaração que termina a notícia.


Na matéria aqui em apreço, o provedor não tem particular dificuldade em
chegar a uma conclusão. Respondendo directamente ao título da coluna,
poderia ser importante saber "com quem dorme Condoleezza" se o seu
comportamento íntimo entrasse em flagrante contradição com posições
anteriormente assumidas. A vida pública implica hoje, para os seus
protagonistas, neste domínio, uma coerência compreensível. A resposta
poderia também ser positiva se, por exemplo, de uma relação íntima
resultasse um qualquer tipo de favorecimento indevido ou, no limite,
uma situação de potencial risco para a chamada segurança nacional
(recorde-se o caso de John Profumo, um ministro britânico que, nos anos
60, partilhou os lençóis de uma mulher com um espião soviético, um
escândalo que acabou por provocar a queda do Governo).


Ora, tanto quanto é do conhecimento público, nenhum destes cenários tem
a ver com a amizade entre Rice e Randy Bean. Mais importante ainda é o
facto de o DN ter passado completamente à margem dos conteúdos
fundamentais do livro, onde se faz uma análise das políticas de Rice e
da sua "habilidade" em jogar a carta racial "num mundo de homens
brancos de meia-idade".


Não se sugere que o jornal ignorasse a polémica "picante" ( por sinal
já estranhada por Kessler em entrevista posterior: "De maneira nenhuma
especulei sobre a natureza deste relacionamento no livro"); na opinião
do provedor, o assunto ficaria bem resolvido com uma referência
secundária, numa peça onde tivessem sido privilegiados os comentários e
as informações políticas incluídas na obra, bem mais interessantes e
adequados, pelo menos neste caso, a uma abordagem típica de um jornal
de referência. Por maioria de razão, discorda-se da chamada de primeira
página ("Sexualidade da secretária de Estado Condoleezza Rice tornou-se
polémica"), "da responsabilidade da Direcção", como recorda Lumena
Raposo.


Em conclusão, trata-se de um episódio que não figurará, por certo, numa
eventual antologia dos "grandes momentos de jornalismo" da história do Diário de Notícias.


Eu acho que e importante e saber com quem dormem os SOCRATES DA VIDA!! E os CLINTON. Ha rumores sim, persistentes, por muitos anos, de que HILLARY e uma fufa!!!! E a IMPRENSA insiste em perguntar-lhe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: RICE é fufa ???? Olha olha   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
RICE é fufa ???? Olha olha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» OLHA O QUE O CRACK A DROGA FAZ COM UMA PESSOA , ATÉ A REPÓRTER CHOROU.
» Olha o Mar Vermelho o povo de Israel assim exclamou
» olá olha eu aqui outra vez!!
» Domínio da função
» (Cesgranrio) Fases da lua

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: