InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Chávez diz a Bush que "meta na algibeira" ....

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Chávez diz a Bush que "meta na algibeira" ....   Sex Mar 14, 2008 5:25 pm

Chávez diz a Bush que "meta na algibeira" lista de países terroristas



Caracas, 14 Mar (Lusa) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez Frías, recomendou, hoje, ao seu homólogo norte-americano, George W. Bush, que "meta na algibeira" uma listagem dos EUA sobre alegados países terroristas, em que as autoridades americanas prevêem incluir a Venezuela.

"O chefe imperial (George W. Bush) arremete de novo contra nós, contra a Venezuela, o nosso Governo e contra mim em particular. Anda desesperado (...) e ameaça incluir-nos na listagem de terroristas. Que façam essa listagem, que continuem fazendo e que a metam na algibeira", disse.

Hugo Chávez falava na posse da direcção do recém criado Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), organização que reúne alguns dos principais partidos políticos que o apoiam.

Segundo o presidente da Venezuela, George W. Bush está "desesperado" porque falhou as tentativas para derrotar a "revolução bolivariana" e criar instabilidade no seu governo.

No seu entender, "essa é a resposta" aos acontecimentos da Cimeira de Santo Domingo, na qual, com apertos de mão e abraços, os presidentes da Venezuela, Equador e Nicarágua reactivaram relações com a Colômbia após uma semana de conflitos originados pela incursão militar colombiana em território equatoriano, onde foi assassinado o "número 2" da guerrilha das FARC, Raul Reyes.

"Não podemos esquecer que estamos numa batalha contra o imperialismo e que eles nos catalogaram como inimigos, não número um mas nos primeiros lugares, e que o plano imperial é derrubar este governo e deitar abaixo a revolução bolivariana", advertiu Chavez.

"Têm medo do impacto desta revolução nos demais povos e países do continente americano e por isso essa permanente agressão contra nós", comentou.

Por outro lado, explicou que, em 2008, haverá eleições presidenciais nos EUA e autárquicas na Venezuela, e advertiu que "a burguesia venezuelana, acoplada ao império norte-americano e aos seus aliados neste continente e de outras partes do mundo, está a apostar com mais força no caminho eleitoral, para nos debilitar nestes meses, para tratar de nos derrotar antes das eleições do fim do ano".

Pediu aos simpatizantes que imaginem "um cenário de 2009, com essa força reaccionária da burguesia venezuelana, subordinada ao mandato imperialista".

"Imaginemos a oposição reaccionária controlando a Câmara de Caracas, de Petare, do Estado de Miranda, Arágua e Carabobo. Imaginemos, porque ninguém pensava que íamos ser derrotados no passado 2 de Dezembro (2007)", disse aludindo aos resultados do referendo Constitucional.

"O objectivo é derrubar o governo revolucionário, porque esse é um dos planos que tem o império na sua mesa de trabalho e nos seus laboratórios de guerra psicológica", adiantou.

Durante um discurso na Câmara de Comércio Hispânica, o presidente George W. Bush acusou, quinta-feira, o seu homólogo venezuelano de manter um "padrão preocupante de comportamento provocador" e de estar cheio de "promessas vazias e sede de poder".

Bush fazia alusão ao recente conflito entre a Venezuela, Equador e Nicarágua com a Venezuela, na sequência da morte do "número 2" das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Raul Reyes, e acusou Hugo Chávez de elogiar o guerrilheiro "como um bom revolucionária" e pedir à comunidade internacional que "reconheça os terroristas das FARC como um exército legítimo".

Segundo George Bush, altos funcionários do governo de Caracas mantêm vínculos com as FARC e a América Latina deve decidir se "aceita a visão de terroristas e demagogos" ou "apoia activamente os líderes democráticos como o presidente (Álvaro) Uribe".

Hoje, os congressistas norte-americanos republicanos Ileana Ros-Lehtinen e Connie Mach apresentaram uma resolução na Câmara de Representantes instando o governo dos EUA a incluir a Venezuela na listagem de países que apoiam o terrorismo.

FPG.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Chávez diz a Bush que "meta na algibeira" ....   Sex Mar 14, 2008 10:49 pm

CHAVEZ E UMA CUCARACHA!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Chávez diz a Bush que "meta na algibeira" ....
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vamos "SEMEADORES DA PALAVRA" !!!
» "Olho por olho" vai permitir a mulher cegar agressor com ácido.
» A Grande Verdade Sobre o Hexagrama "Estrela de Davi"
» Alegria de ouvir "eu te amo"
» Qual é a diferença dos termos "transladada" e "extraida por certidao"?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: