InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Putas & Vinho Verde...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fúria

avatar

Mensagens : 222
Data de inscrição : 29/11/2007

MensagemAssunto: Putas & Vinho Verde...   Qui Mar 27, 2008 6:22 pm

Espanha: Extremadura é das regiões com mais casas de puta, clientes são espanhóis e portugueses- associação


A Extremadura é das regiões de Espanha com mais casas de alterne, cerca de uma centena", sendo os clientes maioritariamente "espanhóis e portugueses", revelou a responsável em Badajoz de uma associação espanhola de apoio e reintegração de prostitutas.

"Existem aproximadamente 100 clubes de alterne na Extremadura, que é das regiões espanholas com mais casas deste género", afiançou hoje a Yolanda Carallhoo Saavedra, que dirige a delegação de Badajoz da Associação para a Prevenção, Reinserção e Atenção à Mulher Prostituída (APRAMP).

As autoridades policiais espanholas realizaram recentemente rusgas em três casas de alterne da Extremadura, uma em Villanueva del Fresno e duas em Badajoz, tendo detido dez pessoas, de entre os quais um português, de 34 anos, e três brasileiros.

A operação visou uma rede responsável pela exploração sexual de mais de 300 mulheres naquela zona fronteiriça com Portugal, segundo informou a polícia espanhola.

Os detidos, que também incluem quatro espanhóis e dois colombianos, explicou fonte policial, estavam envolvidos no branqueamento de capitais procedentes da prostituição a que centenas de mulheres eram forçadas em casas de alterne na província espanhola de Badajoz.

Com um centro de dia a funcionar em Badajoz desde 2002, para apoio a mulheres que se prostituem e que procuram a sua reintegração social, a APRAMP tem investigado o tráfico de mulheres e o branqueamento de capitais que lhe está associado.

Por isso, Yolanda Carallho Saavedra não tem dúvidas em garantir que a operação policial de hoje representa "uma gota no oceano".

"Dos cerca de cem clubes de alterne, cerca de meia centena são na província de Badajoz e os outros mais de 40 são na de Cáceres. Estes três que foram alvo da operação são uma gota no oceano", disse.

As mulheres que "são obrigadas a prostituir-se" nessas casas, porque "a prostituição nunca pode ser algo livremente exercido", vão "rodando de clube para clube, para que nunca sejam detectadas".

"Já fomos a esses clubes e são sempre mulheres diferentes", relatou, assegurando que "90 por cento" das mulheres, "muitas delas muito jovens", são "estrangeiras, vindas principalmente do Brasil, da Nigéria e do Leste, mas também de outros países, como Portugal".

"Até já consegui tirar algumas mulheres portuguesas desta vida e das mãos destas redes, mas é difícil, muito difícil e é preciso trabalhar muito", contou.

Por se tratar de uma região fronteiriça, grande parte dos clientes que procuram estes locais, em que "as mulheres são escravas", são também portugueses, além de espanhóis.

"Há muitos portugueses porque Badajoz é um local fronteiriço. Portugal está a poucos quilómetros e os portugueses são dos maiores clientes que vêm a estes clubes", sublinhou.

Muitas das casas de alterne da Extremadura, segundo Yolanda Saavedra, que é também advogada, funcionam em hotéis, sendo "extremamente difícil” para um jurista provar que as mulheres estão a ser sexualmente exploradas e que se branqueiam capitais.

"Eles [os proxenetas] consideram que é um hotel, onde se pode alugar um quarto e onde as mulheres livremente exercem a prostituição. De facto, legalmente é um hotel, mas é um sítio onde se exploram as mulheres mais vulneráveis, estrangeiras e submetidas a escravidão", disse.

Para a APRAMP, a prostituição "nunca pode ser encarada como algo livre" e não é passível de legalização porque o dinheiro que origina "não é limpo".

"Os proxenetas, aqueles que lucram com a prostituição, é que a querem legalizar, mas esse dinheiro é fruto da escravidão de seres humanos, em pleno século XXI", sublinhou Yolanda, contrapondo que "as caras e os olhos" das mulheres que conhece, enredadas nesse mundo, lhe dizem que "não são livres".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fúria

avatar

Mensagens : 222
Data de inscrição : 29/11/2007

MensagemAssunto: Re: Putas & Vinho Verde...   Qui Mar 27, 2008 7:02 pm

Haaaaaaaaaa!!!!!!!

Very Happy Very Happy Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Putas & Vinho Verde...   Sex Mar 28, 2008 3:17 am

Ha ou havia a prostituição do Leste
E a coisa que mais me feriu a sensibilidade na extensa reportagem que vi nos canais da TV temático foi ver uma jovem com 18 anos gravida na Ucrânia e a mãe da mesma a dizer que ela não sabia quem era o Pai
Que um gajo seja proxeneta Chulo ou aparentado = eu passo ao largo
Que seja Prostituta e adulta eu passo ao lado
mas...
Quando há escravidão e o assunto arrasta para dramas humanos
aí PORRA
Alto e para o baile

affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid

ps Ha 2 anos a maioria dos espanhois divorciados arranjavam uma companheira RUSSA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Putas & Vinho Verde...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Putas & Vinho Verde...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A questão do vinho (álcool) nos dias atuais...
» A parábola do vinho e do remendo.
» CONFIRMADO-Lanterna Verde é oficialmente super-herói gay da DC
» Vinho e chope
» Beber é pecado? vinho , pinga , cerveja , e outros o crente pode ou não ?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: