InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 'Rede criminosa' matou ex-premiê do Líbano, diz ONU

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: 'Rede criminosa' matou ex-premiê do Líbano, diz ONU   Sex Mar 28, 2008 12:41 pm

'Rede criminosa' matou ex-premiê do Líbano, diz ONU


O ex-premiê libanês assassinado Rafik Hariri
Caminhão cheio de explosivos foi usado no ataque que matou Hariri
Uma equipe de investigação da Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou nesta sexta-feira que provas indicam que o ex-primeiro-ministro libanês Rafik Hariri foi assassinado por uma "rede criminosa".

Hariri foi morto, junto com outras 22 pessoas, em fevereiro de 2005, em um atentado a bomba que provocou revolta no país.

O novo relatório, o décimo a respeito da morte de Hariri, não revela o nome de nenhum suspeito, mas afirma que um grupo que a comissão da ONU chamou de "Rede Hariri" foi o responsável pelo assassinato.

A equipe da ONU diz ainda que a "Rede Hariri" já existia antes mesmo do atentado e mantinha o ex-primeiro-ministro libanês sob vigilância. Segundo o relatório, pelo menos uma parte do grupo permaneceu operante depois do assassinato.

Relatórios anteriores elaborados pela ONU sugeriam que os serviços secretos do Líbano e da Síria participaram do assassinato, algo que o governo sírio nega.

Suspeitas

Segundo o correspondente da BBC na sede da ONU em Nova York, Matthew Price, os investigadores já suspeitavam que o ex-primeiro-ministro havia sido morto por um grupo de criminosos.

A comissão da ONU sugere que o grupo é responsável por outros ataques contra personalidades importantes do Líbano.

De acordo com o relatório, as provas reunidas em atentados mais recentes no país estão ajudando na investigação geral.

O documento também aponta progressos na identificação do suicida que matou o ex-primeiro-ministro libanês, de acordo com o correspondente da BBC.

Segundo Price, a comissão está utilizando laudos de perícia e amostras de DNA na investigação.

Lentidão

O relatório reconhece que a lentidão no progresso das investigações é frustrante para algumas pessoas, mas acrescenta que a investigação não pode ser apressada.

Segundo Price, a situação política e de segurança no Líbano tem sido um problema para os funcionários da ONU que trabalham na investigação, assim como a falta de recursos da própria organização.

A equipe da ONU também afirma que está contando com a cooperação das autoridades libanesas.

No caso da Síria, que nega qualquer envolvimento com a morte de Hariri, o relatório diz que a cooperação tem sido "satisfatória".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: 'Rede criminosa' matou ex-premiê do Líbano, diz ONU   Sex Mar 28, 2008 7:28 pm

ESSE RELATORIO E UMA HISTORIA DA CAROCHINHA!!! todos sanbem quem o matou!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
'Rede criminosa' matou ex-premiê do Líbano, diz ONU
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Problema - (rede hidráulica)
» Rede Social Evangelica
» “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”
» Energia de Rede
» Porque Deus não matou adão e eva?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: