InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ramos-Horta assume culpa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Ramos-Horta assume culpa   Sab Mar 29, 2008 4:54 am

Ramos-Horta assume culpa

O presidente timorense, José
Ramos-Horta, assumiu parte da culpa pelo atentado que sofreu e que
quase lhe custou a vida ao ter dispensado a segurança durante uma
sessão de jogging que fez perto da sua casa em Díli.

Entrevistado
pela rádio TSF, Ramos-Horta recordou os eventos de 11 de Fevereiro e
lembrou que viu "cara a cara" a pessoa que disparou contra si. "A minha
sorte foi ter-me virado e ele acertou na parte debaixo das costas. Se
não me tivesse virado ele ter-me-ia acertado em cheio no peito do lado
esquerdo", explicou.Ramos-Horta pretende saber quem apoiava
Alfredo Reinado com dinheiro, infra-estruturas e equipamento e quer que
essas respostas venham no relatório do procurador-geral timorense.Para
o presidente timorense, Ângela Pires, antiga assessora de Reinado e
arguida neste processo, é a chave para a resolução deste caso. Quanto a
Gastão Salsinha, responsável pelo atentado contra o primeiro-ministro,
Ramos-Horta entende que já não se justifica o diálogo. "Logo a seguir
ao incidente o senhor Salsinha teve a audácia de me escrever dizendo
que queria negociações e apresentou condições que, claro, ignorei. Hoje
a única opção é ele entregar-se à Justiça", concluiu.Hoje
Ramos-Horta vai receber em Darwin a visita do secretário de Estado
português dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, João Cravinho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Ramos-Horta assume culpa   Sab Mar 29, 2008 7:28 am

Segurança de Ramos-Horta cometeu dupla traição


Militares do corpo de segurança do palácio presidencial de Díli podem ter feito jogo duplo, traindo ao mesmo tempo Ramos-Horta e o major Reinado.

O Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, que foi alvo de um atentado em Fevereiro, no palácio presidencial em Díli, terá sido atraiçoado por um militar do seu corpo de segurança.

Este militar, de nome Albino Assis, será a peça-chave quer do atentado contra Ramos-Horta, quer da morte à queima-roupa do major rebelde Alfredo Reinado.

Albino Assis integrava as F-FDTL (Falintil-Forças de Segurança de Timor-Leste), a pequena força de segurança pessoal do Presidente Ramos-Horta. Ao mesmo tempo, porém, mantinha contactos frequentes com o grupo rebelde do major Reinado – tudo indicando que este tinha homens infiltrados na segurança do palácio.

Aliás, o nome de Albino Assis constava de uma lista que Reinado trazia no bolso quando foi alvejado. Mas não só: o major tinha também consigo um croquis do palácio, feito por alguém que conhecia bem por dentro as instalações da casa oficial de Ramos-Horta.

Reinado terá morrido entre as 6h15 e as 6h20, momento em que deixou de fazer contactos com os elementos do grupo do major Salcinha, que se encontrava em Dare – zona próxima ao local onde, uma hora depois, o primeiro-ministro Xanana Gusmão foi alvo de forte tiroteio.

SOL

Continue a ler esta notícia na edição impressa disponível nas bancas espalhadas por todo o país


-------------------------------------------------------------------------------------

Vai na volta o Albino Assis, ainda confirma as suspeições do Ricardo Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ramos-Horta assume culpa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Progressão Aritmética (horta)
» Leis de expiação de pecado e de culpa" serviam também aos adúlteros como Davi?
» A Cultura do estupro: a culpa é da vítima ?..
» A Cultura do estupro: a culpa é da vítima ?..
» Sentimento de Culpa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: