InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 SOBRE O IRAQUE E AL-QAEDA PARA JOHN MCCAIN E NÃO SÓ

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: SOBRE O IRAQUE E AL-QAEDA PARA JOHN MCCAIN E NÃO SÓ   Seg Abr 07, 2008 11:19 am

SOBRE O IRAQUE E AL-QAEDA PARA JOHN MCCAIN E NÃO SÓ

Leonídio Paulo Ferreira
jornalista
leonidio.ferreira@dn.pt
1A Al-Qaeda não existia no Iraque de Saddam Hussein. É certo que o grupúsculo Ansar al-Islam era suspeito de ter ligações a Ussama ben Laden, mas actuava no Curdistão, a única parcela do país fora do controlo do regime baasista.

2 Apesar de os Estados Unidos serem um inimigo comum, a relação entre Saddam e Ben Laden nunca fez sentido. As provas da CIA eram tão vagas que a secreta espanhola aconselhou o então primeiro-ministro José Maria Aznar a não usar esse argumento no seu apoio ao americano George W. Bush na invasão do Iraque em 2003. E entre os 19 terroristas do 11 de Setembro de 2001 nenhum era iraquiano (havia, porém, uma maioria de sauditas, a nacionalidade de Ben Laden).

3 Mesmo tendo ambições de liderar o mundo islâmico, Saddam nunca se mostrou adepto da sharia, a lei alcorânica. Na sua Bagdad, havia lojas de bebidas alcoólicas e as universidades estavam repletas de jovens sem véu. Juntamente com os cristãos, a minoria árabe sunita - a que pertencia o próprio Presidente - era o grupo mais ocidentalizado.

4 No Iraque pré-invasão, não se notava ódio aos americanos. Jornalistas e outros visitantes eram acolhidos sem hostilidade pelos iraquianos, apesar das enormes dificuldades no dia-à-dia geradas pelas sanções da ONU e pelos repetidos bombardeamentos desde 1991.

5 Quaisquer que fossem os planos americanos, o derrube de Saddam e a democratização do Iraque só poderia trazer o domínio xiita - são 60% da população. E a perseguição aos quadros do partido Baas causaria inevitavelmente uma revolta dos sunitas, a elite deposta. A Al-Qaeda soube aproveitar os ódios aos invasores.

6 Confundir os xiitas iraquianos com uma quinta coluna do Irão é um erro grosseiro. Na guerra de 1980-1988, provaram o seu patriotismo. E nunca os ayatollahs de Kerbala e Najaf, cidades santas, aceitarão directivas dos imãs de Qoms.

7 Relacionar o Irão com a Al-Qaeda no Iraque desafia a lógica. Para os extremistas sunitas, os xiitas são infiéis. No Afeganistão dos talibãs perseguiam sem piedade a minoria hazara, só por ser xiita. E no Iraque, a Al-Qaeda elegeu como alvo os bairros habitados por essa comunidade e mesquitas como a de Samarra.

(O candidato republicano à Casa Branca John McCain repetiu por duas vezes que "o Irão está a treinar a Al-Qaeda e a enviá-la para o Iraque" até ser corrigido e alterar a frase. Um mau presságio. Afinal, o Presidente George W. Bush afirmava ainda, três anos após o 11 de Setembro, que havia "ligações" entre o Iraque e a Al-Qaeda. E o vice-presidente Dick Cheney, logo em 2001, dizia sem hesitar que "o Iraque era a base geográfica dos terroristas que nos atacaram, especialmente no 11 de Setembro". ) |
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: SOBRE O IRAQUE E AL-QAEDA PARA JOHN MCCAIN E NÃO SÓ   Seg Abr 07, 2008 11:49 am

AINDA VAO TER SAUDADES DE BUSH!!! MARK MY WORDS!!! Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
SOBRE O IRAQUE E AL-QAEDA PARA JOHN MCCAIN E NÃO SÓ
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» PARA QUEM PERDEU ALGO: DO PÓ AO PALÁCIO.(SL.113)
» [RESOLVIDO] Pedra jogada para cima
» Sobre conversão de unidades (MPa para Kgf...)
» policia para quem precisa, policia para quem precisa de policia.
» Vida Eterna citada no velho e no novo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Opinião & Liberdade de Expressão-
Ir para: