InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O caminho português para a saída da crise

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Presidente da Junta
Admin
avatar

Mensagens : 944
Data de inscrição : 17/10/2007

MensagemAssunto: O caminho português para a saída da crise   Qua Abr 09, 2008 11:18 am

O caminho português para a saída da crise


A crise financeira internacional rebentou há oito meses e não tem fim à vista.

As sucessivas revisões em baixa do FMI, sobretudo da economia norte-americana, mas também na Europa, atestam uma realidade em constante mutação e crescente incerteza. Agora, o FMI alarga o impacto negativo da crise ao consumo, em geral, muito para além do sector imobiliário, estimando que as perdas globais se deverão cifrar nos 945 mil milhões de dólares, mais do triplo do valor já assumido pelo sector financeiro internacional. Esta análise negra centra-se nos EUA, que deverão ter de passar por uma recessão, embora já se ouçam vozes a afirmar que ela será muito curta, podendo dar-se a viragem ainda em 2008.

A banca alemã e o próprio FMI não estão tão seguros disso, mas todos parecem coincidir na previsão de que a Europa tem uma economia mais robusta e sofrerá menos.

Por cá, Vítor Constâncio diz-nos que a economia portuguesa sofrerá um impacto negativo, mas inferior ao dos seus parceiros europeus. Se o PIB do País, segundo o governador do Banco de Portugal, deverá ser inferior à sua anterior previsão de 2%, mas superior à europeia, então será de 1,8%/1,9% - na prática, o mesmo impulso de crescimento de 2007. O importante não é, assim, repetir até à exaustão que "vem aí a crise!". O que importa a quem fala em nome das empresas, do trabalho ou do Governo é definir com maior precisão e clareza aquilo que tem de ser feito sem demora para que a economia nacional saia desta crise mais forte e mais capaz de crescer acima da média europeia.

Diário de Notícias (Editorial)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cogito, ergo sun



Mensagens : 761
Data de inscrição : 09/04/2008
Idade : 97

MensagemAssunto: Re: O caminho português para a saída da crise   Qua Abr 09, 2008 5:27 pm

Há 3 anos que constato que as previsões Fminianas, Ocdeanas e outras "anas" são sempre catastróficas, para gáudio da oposição. "Oh!!! como ela gostaria do fracasso económico! Depois, ao não se verificarem as calamitosas previsões, calam-se. Ou melhor. Dizem que foi o povo, sózinho, que decidiu poupar e corrigir o déficite, num gesto de auto controlo.

Mas mudem um bocadinho, please.

Já ninguém tem saco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lech Walesa

avatar

Mensagens : 452
Data de inscrição : 30/01/2008

MensagemAssunto: Re: O caminho português para a saída da crise   Qua Abr 09, 2008 7:14 pm

A economia só cresce se as pessoas estiverem prontas a sacrificarem-se pelos patrões que tentam a sua sorte aqui por Portugal, mas abrindo mais a porta a outras paragens onde as condições são mais atractivas.

Os patrões e os trabalhadores ambos como seres humanos apenas tentam garantir direitos adquiridos!!! farao


Aliás a economia n se pode avaliar pelo dinheiro que nós temos para gastar, mas que nos foi emprestado.


E em Portugal relativamente a muitas outras paragens por esse mundo a fora, não somos mau exemplo.

O nosso incumprimento de crédito n tem nada a ver com mais nada. Apenas está muita gente habituada a fazer tempestades num copo de água.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O caminho português para a saída da crise   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O caminho português para a saída da crise
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Chibata ou cadeia? Qual o caminho mais certo para correção?
» Estudar Português para ITA
» Menor caminho a percorrer
» Indicação de livro de física, matemática, química e português
» Simulado Geral de Português - 70 questões

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Economia-
Ir para: