InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Insurreição social com subida da factura alimentar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
mike

avatar

Mensagens : 283
Data de inscrição : 16/03/2008

MensagemAssunto: Insurreição social com subida da factura alimentar   Sab Abr 12, 2008 1:09 am

Insurreição social com subida da factura alimentar


A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) alerta que a factura dos cereais nos países mais pobres pode subir 56%. Em vários países africanos o aumento pode atingir os 74%.

O elevado preço da comida vai originar insurreições sociais.

A insatisfação já se faz notar em países como o Egipto, Camarões, Senegal, Burkina Faso, Etiópia, Indonésia, Madagáscar, Filipinas e Haiti, revela a FAO. No Paquistão e na Tailândia, as autoridades foram obrigadas a movimentar tropas para proteger plantações e quintas, alvo de pilhagens.

“A inflação no preço da comida atinge os mais pobres de forma mais intensa, uma vez que afecta uma percentagem muito mais elevado nas despesas totais do que nas populações mais ricas”, disse Henri Josserand, da FAO. “A comida representa cerca de 10-20 por cento do total das despesas nas nações industrializadas, mas até 60-80 por cento nos países em desenvolvimento, muitos dos quais dependem da importação de alimentos”.

Preço dos cereais não pára de crescer

É uma tendência que se tornou ainda mais vincada nos últimos dois meses. De acordo com a organização das Nações Unidas, o preço do arroz e trigo duplicou relativamente ao valor verificado há um ano.

A FAO indica que as reservas mundiais de cereais devem cair para um mínimo dos último 25 anos. “Qualquer quebra na produção, resultado de condições meteorológicas desfavoráveis, particularmente em países exportadores, prolongarão a já apertada situação no mercado e contribuirá para mais subidas do preço dos cereais”, aponta o relatório agora revelado pela a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação.

A FAO exorta todos os doadores a aumentaram a assistência aos países mais necessitados. Estima-se que para fazer frente a esta situação será necessária uma contribuição na ordem dos 1,7 mil milhões de dólares. É urgente apoiar os agricultores mais pobres e aumentar a produção nas próximas colheitas.

De acordo com a FAO, há actualmente 37 países que estão a sofrer uma crise alimentar.


RTP - 2008-04-11
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Insurreição social com subida da factura alimentar
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» pós graduaçao ou mestrado em PSICOLOGIA SOCIAL DA RELIGIÃO
» pesquisa social da 8 convocação.
» TOMAR CONHECIMENTO RESULTADO DA PESQUISA SOCIAL 13/03/2012
» Início da Pesquisa Social
» Rede Social Evangelica

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Economia-
Ir para: