InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 PROPRIEDADE INDUSTRIAL EM PORTUGUÊS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
mike

avatar

Mensagens : 283
Data de inscrição : 16/03/2008

MensagemAssunto: PROPRIEDADE INDUSTRIAL EM PORTUGUÊS   Dom Abr 13, 2008 1:39 am

Like a Star @ heaven





A Propriedade Industrial, realidade mais conhecida como "as marcas e as patentes", é, hoje, unanimemente referida como factor fundamental à competitividade e sucesso das empresas e demais intervenientes económicos.

De facto, não se questiona a vital importância, para aqueles que querem ter sucesso, de pensar, estudar e adoptar uma estratégia de posicionamento que leva, necessariamente, à adopção de uma política de obtenção e defesa de direitos de Propriedade Industrial.

Por um lado, são as invenções ou o design inovador, que permitem a uma entidade sobrepor-se no meio da multidão dos intervenientes económicos. Por outro, são os sinais distintivos - nomeadamente a marca - que permitem a diferenciação.

Uma boa lei reguladora dos direitos privativos da Propriedade Industrial (acompanhada do bom funcionamento dos tribunais competentes) é da maior importância para a inovação e desenvolvimento tecnológico do País, um factor de segurança e confiança para o investimento das empresas nacionais, e um instrumento de captação do capital estrangeiro produtivo.

Contudo, é fundamental que essa legislação esteja em consonância com a realidade e necessidades do País, evoluindo de acordo com as exigências do momento, mas de modo tranquilo e não precipitado.

Qualquer mudança na legislação sobre Propriedade Industrial deve merecer o estudo cuidado e o parecer avisado daqueles a quem a lei fundamentalmente se dirige. Como recentemente afirmou o Presidente da República "só quem pratica o Direito é capaz de dizer se o Direito que se faz é praticável".

É necessário criar condições para que a sociedade se faça ouvir, também no processo legislativo. Mas é fundamental que o legislador oiça e pondere o que a sociedade diz. É que alterações que, em teoria, podem surgir como óbvias e positivas, podem, na sua aplicação prática, resultar no mais clamoroso erro. Se simplificar é sempre de louvar, o facilitismo, e até algum laxismo, terão, inevitavelmente, consequências gravosas no futuro. Atente-se na discussão do papel da Língua Portuguesa, enquanto língua tecnológica e de futuro. Se é certo que alguns passos têm sido dados para que tal papel assuma a merecida importância, por exemplo com a criação do portal da Lusofonia, a verdade é que não se pode "tapar o Sol com a peneira".

É necessária uma política global e concertada, a todos os níveis, de defesa intransigente da Língua Portuguesa. Em breve, o Governo será confrontado com as inevitáveis pressões para aceitar desvalorizar o papel da Língua Portuguesa no sistema europeu de patentes. É o momento de ter coragem, de não vacilar, de não ceder à pressão. É o momento de afirmar o papel de "língua global" do Português. Para isso contará com o apoio de todos.

Gonçalo de Sampaio
Secretário-Geral da Associação dos Consultores em Propriedade Industrial (ACPI)
Diário de Notícias
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
PROPRIEDADE INDUSTRIAL EM PORTUGUÊS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Qual o nome da propriedade?
» Qual é a propriedade de logaritmo?
» [DÚVIDA] - Demonstração da propriedade distribuitiva
» engenharia química ou quimica industrial?
» Escreva o conjunto expresso pela propriedade dada:

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Economia-
Ir para: