InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O novo governo de Espanha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
mike

avatar

Mensagens : 283
Data de inscrição : 16/03/2008

MensagemAssunto: O novo governo de Espanha   Dom Abr 13, 2008 7:27 am

Like a Star @ heaven


O novo Governo de José Luis Zapatero é constituído por nove mulheres e oito homens, tornando a paridade de género um facto normal na liderança política ao mais alto nível.

Aliás, esta nova situação só vem reforçar a presença das mulheres no mercado de trabalho em Espanha, com grande intensidade ao longo da última década. Outras novidades levam nomes femininos: Bibiana Aido, de 31 anos, no novo Ministério da Igualdade, lutando contra a violência doméstica; as Ciências e a Inovação com Cristina Garmendia, de 45 anos; e, facto inédito na História de Espanha, a pasta da Defesa confiada à estrela dos socialistas catalães, Carme Chacón, de 37 anos, a primeira mulher que dará à luz num governo.

A prioridade anunciada para o segundo mandato de Zapatero é a economia. Não se trata, apenas, de vencer a crise da construção. O reconhecimento do nível insuficiente de progressos na produtividade e a necessidade de expandir os serviços de alto valor acrescentado e conteúdo tecnológico estão espelhados na orgânica do novo Governo. E serão os resultados alcançados a este nível que Zapatero e a sua nova equipa vão ser avaliados pelos eleitores daqui a quatro anos.

Diário de Notícias
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: O novo governo de Espanha   Ter Abr 15, 2008 2:28 am

Ministra da Defesa é vedeta da nova equipa Zapatero

"Capitão, mãos firmes. Digam comigo: Viva Espanha e Viva o Rei". Foi esta a primeira ordem da ministra da Defesa espanhola, Carme Chacón, ao passar a revista às tropas. A primeira mulher a ocupar a pasta e a primeira governante a exercer funções grávida, Chacón, de 37 anos, é a ministra que mais atenções tem concentrado desde que o primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero anunciou a composição do seu segundo Executivo. E voltou a sê-lo ontem na tomada de posse dos 17 ministros perante os reis de Espanha.

Acompanhada pelo seu antecessor, José Antonio Alonso, bem como pelo Chefe do Estado Maior da Defesa, Félix Sanz, a ministra destacou que o facto de a pasta estar pela primeira vez nas mãos de uma mulher "é prova da integração do Exército com a sociedade". Chacón, que passou revista a uma companhia mista, dos três ramos das Forças Armadas, foi uma dos governantes que ontem tomaram posse perante os reis.

No Palácio da Zarzuela, as nove mulheres e os oito homens optaram pela fórmula de promessa em vez da fórmula de juramento, na presença de Juan Carlos e Sofia. O Rei, sublinhou o La Vanguardia on-line, foi especialmente atencioso com Chacón e terá mesmo perguntado como estão as coisas com o seu bebé. O Governo socialista de Zapatero é o segundo na União Europeia a ter uma maioria de mulheres. O pioneiro foi o segundo Governo de Matti Vanhanen, na Finlândia, no início de 2007.

O primeiro Conselho de Ministros do novo Executivo espanhol também teve lugar ontem. A ocasião foi aproveitada para discutir os organogramas dos diferentes ministérios e proceder a algumas nomeações para as secretarias de Estado. A jornalista Nieves Goicoechea, da rádio Cadena Ser será a secretária de Estado para a Comunicação e Juan Mesquida, chefe da Guarda civil e da Polícia, passará a assumir funções como secretário de Estado do Turismo. A adopção das medidas anunciadas contra o desaceleramento da economia espanhola só são, no entanto, esperadas para os próximos dias, conforme explica o El Mundo on-line.

Zapatero espera aprovar a devolução de 400 euros aos contribuintes e um plano especial para o sector da construção civil - um dos mais afectados pelo desaceleramento. O vice--presidente e ministro da Economia espanhol, Pedro Solbes, ontem citado pelo El País on-line, disse no domingo em Washington, na reunião do FMI e do Banco Mundial, que o plano do Governo para conter o arrefecimento da economia, consequência da crise mundial, ascende aos dez mil milhões de euros.

DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O novo governo de Espanha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Feliz natal e prospero ano novo.
» Governo iraniano declara a guerra aos cristãos
» Governo vai lançar o bolsa-avião
» Novo membro chegando!
» Novo documento expõe a estratégia abortista

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: