InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Milhões de internautas exibem nacionalismo chinês no MSN

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Presidente da Junta
Admin
avatar

Mensagens : 944
Data de inscrição : 17/10/2007

MensagemAssunto: Milhões de internautas exibem nacionalismo chinês no MSN   Seg Abr 21, 2008 9:37 am

Embarassed




Pequim, 21 Abr (Lusa) -- Os protestos contra a viagem da chama olímpica, os apelos ao boicote aos Jogos Olímpicos e as críticas da imprensa internacional à repressão chinesa das manifestações no Tibete incentivaram os internautas chineses a lançar uma forte campanha de orgulho nacionalista.

O Messenger (MSN), serviço de conversas na rede, foi inundado por mensagens que usam o símbolo de um coração e a frase "I Love China"(Eu amo a China), numa manifestação de orgulho contra todas as críticas anti-China que os meios de comunicação chinesa denunciam e afirmam estarem a correr pelo mundo.

Nos últimos dias, os internautas que acedem ao MSN na China recebem o apelo: "Por favor reenvie a seguinte mensagem para os seus contactos: coloque 'I love China' antes do seu nome para mostrar como os chineses estão unidos".

Segundo a agência oficial chinesa Xinhua, que cita o porta-voz do MSN China, Feng Guangshun, há 2,3 milhões de utilizadores que já estão a apoiar a China e a demonstrar o seu patriotismo desta forma.

Feng explicou que assim que os cibernautas abriam o MSN, tinham a opção de adicionar o ícone nacionalista ao seu nickname (alcunha cibernética).

Face aos 15 milhões de utilizadores chineses do MSN, Feng afirmou que prevê "um aumento drástico do número de participantes desta campanha patriótica espontânea" na Internet nos próximos dias.

"É puramente voluntário e eu acredito que qualquer pessoa que ame a China vai juntar-se à campanha", afirmava um internauta na Sina.com, uma das páginas mais populares da Internet em chinês.

Na mesma página, outro comentário afirmava que "apesar de não saber quem começou a campanha, acredito que tem significado", justificando que "o percurso da tocha olímpica continua e nós queremos mostrar ao mundo que os corações dos chineses estão unidos".

"Espero que todos os chineses se juntem na iniciativa, é um símbolo de unidade", escreveu outro internauta, acrescentando que "podemos não conseguir mudar nada desta forma, mas é uma expressão emocional daquilo que sentimos profundamente".

"A campanha é significativa, gloriosa, excitante e move as pessoas", escreveu outro internauta, acrescentando que tem "orgulho de ser chinês".

De acordo com a Shanghai Dragon TV, uma página de vídeos na Internet, o número de cibernautas patriotas já alcançou os cinco milhões no MSN e, além dos chineses, muitos estrangeiros também resolveram mostrar que apoiam a China e aderiram ao "coração vermelho chinês".

"Mais de 95 por cento dos meus amigos ligados no MSN estão a usar o 'coração vermelho' chinês, independentemente de estarem na China, nos Estados Unidos, no Reino Unido ou no Japão", contou à Agência Lusa Lu Yin, 25 anos, empregada de escritório numa empresa chinesa.

Sung Li, uma coreana de 26 anos que vive em Pequim, explicou à Lusa que "os protestos durante o percurso da chama olímpica e as notícias falsas em alguns meios de comunicação ocidentais não são aceitáveis" e terão motivado a campanha.

Sung Li concorda com esta forma "de manifestação pacífica e apoia os Jogos Olímpicos".

Noutro espaço de conversação online popular na China, o QQ, além do coração chinês, também há muitos internautas que estão a usar a bandeira nacional chinesa.

Há quem leve mais longe esta demonstração de amor-ódio e, depois da criação de uma página de internet anti-CNN, muitos cibernautas associaram a mensagem do coração "I love China" com o símbolo "I do not love CNN" (Eu não amo a CNN).

Noutra forma de apoio à China, um grupo de internautas colocou à venda na página de internet Taobao.com, um dos portais de compras online mais populares na China, nove modelos de t-shirts com mensagens contra o Dalai Lama, a CNN e os manifestantes pró-Tibete.

"Eu amo o Tibete, mas odeio o Dalai Lama" é uma das mensagens que se lêem nas t-shirts pró-China.

Os criadores das peças de vestuário defendem que "o Tibete foi, é e sempre será parte da China!" e as t-shirts custam 28 renminbi (cerca de 2,5 euros) para que qualquer internauta possa levar a mensagem patriótica "I love China" ao peito e pelas ruas da China.

Lusa/Fim
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Milhões de internautas exibem nacionalismo chinês no MSN
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões
» Quanta centenas de milhão, dezenas de milhar e dezenas simples
» Partes Por Milhão (ppm) - Texto + Pergunta
» Evangélicos chegam a 40 milhões de pessoas no Brasil e empresas investem em produtos e serviços exclusivos
» Supertempestade solar pode matar milhões, diz relatório nos EUA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: