InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Moçambique

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ypsi



Mensagens : 889
Data de inscrição : 15/09/2007

MensagemAssunto: Moçambique   Seg Set 17, 2007 3:34 am

Retrato de um país

Um projecto agro-industrial em Moçambique aguarda há 3 anos por electricidade.



Continuando em Moçambique, aproveitei estas duas últimas semanas para contactar proto-empresários, para-empresários e empresários moçambicanos. As potencialidades que o país apresenta e as suas dificuldades e constrangimentos geram um choque por vezes incompreensível.

Escolhi um exemplo que me parece ser bastante elucidativo da história recente moçambicana. Em Outubro de 1992 assina-se o acordo de paz. No ano seguinte, Pedro Bule, um quadro técnico com altas responsabilidades na administração pública e militante de longa data da Frelimo, lança na sua região de origem, a província de Gaza, um projecto agrícola. Desbrava o terreno e constrói acessos rodoviários, ajudando a reassentar as populações. Inicia a plantação de um bananal.

Com o desaparecimento do Instituto Nacional de Cereais, que assegurava a compra dos produtos agrícolas junto dos pequenos camponeses, aproveita para tomar o seu lugar e assegurar-lhes o consumo como contrapartida dos salários pagos. Actualmente, em resposta aos problemas de malária, prepara-se para introduzir a plantação de arinate, uma planta chinesa.

Em 1997 abalança-se com um sócio sul-africano num empreendimento turístico numa praia em Inhambane. Vieram as terríveis cheias de 2000 e o projecto afundou-se. Com o crédito caro, aproveita o "cash-flow" entretanto gerado para plantar caju. A seguir abacaxi. Começa a impor-se qualificar os trabalhadores. Socorre-se de ONG, com destaque para a angolana Adra com larga experiência nesta área, e forma-os.

A ideia das duas produções agrícolas era servirem de matéria-prima para uma unidade fabril de transformação, nomeadamente produzindo sumos.

Necessitava de energia. Há três anos que aguarda que lhe façam chegar uma extensão! Está prometida para Junho de 2008. Entretanto, escoa a produção em camiões, aguardando que o projecto agro-industrial veja efectivamente a luz do dia.

Hoje uma "holding", a PGB Investimentos, vai andando malembe-malembe.

Não pode andar mais depressa do que o país. Mas o certo é que este só pode avançar rapidamente se se alicerçar nos empreendimentos privados criadores de riqueza.

Nacionais ou estrangeiros.

Manuel Ennes Ferreira - Expresso
Professor do ISEG e "think tank" Grupo África-IPRI

Manuel Ennes Ferreira
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cruz

avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 16/09/2007

MensagemAssunto: Re: Moçambique   Seg Set 17, 2007 5:38 am

São precisamente nesses países onde deve ser investido!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qua Set 19, 2007 7:18 pm

Cruz escreveu:
São precisamente nesses países onde deve ser investido!

Por quem? Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
ypsi



Mensagens : 889
Data de inscrição : 15/09/2007

MensagemAssunto: Re: Moçambique   Ter Nov 27, 2007 12:11 pm

Este Senhor Procurador tem um grande sentido de humor.
Até tive vontade de colocar esta notícia na Rubrica de Humor ... lol!



Portugal poderá servir de modelo para combate à corrupção
- Procurador-Geral da República de Moçambique -


Lisboa, 27 Nov (Lusa) - O Procurador-Geral da República (PGR) de Moçambique, Augusto Paulino, disse hoje, em Lisboa, que um "dos grandes desafios" do país é o combate à corrupção e que Portugal poderá servir de modelo para essa luta.

Augusto Paulino, que esta semana efectua uma visita a Lisboa, esteve hoje à tarde reunido, na Assembleia da República, com os deputados da Comissão Parlamentar dos Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, tendo a cooperação no combate à corrupção dominado o encontro

"Queremos recolher a experiência de Portugal e saber quais as medidas em curso no combate à corrupção", disse o PGR moçambicano aos deputados portugueses, adiantando que este tipo de crime "é um dos males de Moçambique".

Augusto Paulino salientou ainda que "Portugal é um aliado de grande peso", pretendendo, por isso, Moçambique "aprender como funciona um estado de direito moderno" e adaptá-lo à realidade africana.

No final da reunião, o PGR de Moçambique escusou-se a prestar declarações à Agência Lusa, remetendo qualquer esclarecimento para o seu porta-voz, Adriano Boane.

O porta-voz do PGR disse à Lusa que a visita a Lisboa tem como objectivo fundamental estabelecer uma cooperação no combate à corrupção, colaboração que poderá ser feita "através de medidas legislativas", uma vez que "Portugal tem uma experiência avançada comparativamente com Moçambique".

"A experiência portuguesa pode ser útil", referiu, acrescentando que Moçambique também pretende estabelecer uma cooperação com Portugal na área da formação.

Na comissão parlamentar, o PGR moçambicano disse aos deputados que o país "está apostado em investir na formação de magistrados e agentes da polícia de investigação criminal".

Segundo Augusto Paulino, Moçambique tem 174 procuradores para uma população de 20 milhões de habitantes.

Desses 174 procuradores, apenas 108 tem uma licenciatura em direito, adiantou.

Augusto Paulino, que termina a visita na sexta-feira, vai entretanto reunir-se com responsáveis do Ministério da Justiça, Procuradoria-Geral da República, Supremo Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Administrativo de Portugal.

© 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
2007-11-27 18:45:01
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Moçambique   Ter Nov 27, 2007 8:24 pm

Nesse tipo de PAISES, como o BRASIL, A CORRUPCAO comeca com os politicos e JUIZES!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qua Nov 28, 2007 2:09 am

AMERICANO escreveu:
Nesse tipo de PAISES, como o BRASIL, A CORRUPCAO comeca com os politicos e JUIZES!!!

Ate na inglaterra ha corrupção para não falar na America
Só que uma é amadxora e a outra mete Loiras e vinho verde pelo meio
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qua Nov 28, 2007 8:29 am

Alias a cotrrupcao no BRASIL, comeca na PRESIDENCIA e vem por ai a baixo. NINGUEM E PRESO. So o preto pobre que rouba uma laranja pra comer. A BANDIDAGEM tem cadeia especial, para o pouco tempo que la fica. FRAUDE de BILIOES, nao acontece nada. TUDO se resolve com dinheiro!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qua Nov 28, 2007 11:26 am

muxambique FICA AONDI?No ALENTEJI? Aqui temos uma xidade que si chama CUBA!!! Pareci que o presidenti da camara e o FIDELI!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qua Nov 28, 2007 11:28 am

RONALDO ALMEIDA escreveu:
Alias a corrupção no BRASIL, começa na PRESIDENCIA e vem por ai a baixo. NINGUEM E PRESO. Só o preto pobre que rouba uma laranja pra comer. A BANDIDAGEM tem cadeia especial, para o pouco tempo que la fica. FRAUDE de BILIOES, não acontece nada. TUDO se resolve com dinheiro!!!
Amigo RON
Quando estava no Brasil assisti pela TV um gajo na prisão por ter roubado uma galinha
E argumentava que tudo que seja superior a uma galinha ( por exemplo 1.000.000 de euros não é roubo é investimento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mike

avatar

Mensagens : 283
Data de inscrição : 16/03/2008

MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qui Abr 03, 2008 1:07 am

MOÇAMBIQUE E A PAZ VIRTUOSA


Maria José Nogueira Pinto - Jurista

Cheguei pela primeira vez à cidade de Maputo, então Lourenço Marques, há muitos anos atrás. Viajava num paquete e à vista de terra, como sempre acontecia, os passageiros corriam pelo deck e debruçavam-se das amuradas invadidos por sentimentos diversos: para uns o regresso, para outros a novidade.

Fui dominada pela vista deslumbrante de uma cidade de traçado rigoroso e limpo, a lembrar Haussman, uma vegetação luxuriante disciplinando o espaço, casario branco e luz como poalha dourada. Voltei uma e outra vez depois da independência e olho sempre para o copo meio cheio, registando as melhorias: um espaço público mais bem cuidado, verde por todo o lado, menos buracos no asfalto do que em algumas ruas de Lisboa, uma incipiente mas visível reabilitação urbana, as fachadas dos edifícios públicos pintadas, o grande Liceu Josina Machel com todos os vidros inteiros.

As avenidas largas, as enormes acácias, os restaurantes e esplanadas ajudam a um ar cosmopolita e os pequenos mercados, o artesanato, os panos de batik desfraldados na marginal, os "chapas" a abarrotar, a "Casa Elefante" contrastam com um gigantesco centro comercial (progresso "oblige") e lojas cujas montras se assemelham ao Prix Unique francês dos anos sessenta.

Sinto-me bem aqui. Ao fim do dia levanta-se um vento morno, um afago levemente pegajoso, uma mistura de humidade e açúcar como um prato de nouvelle cuisine.

Na cooperação bilateral utiliza-se uma classificação ad hoc para situar países e regiões sub-desenvolvidos numa escala cujo critério é o número de vezes que comem por dia os seus habitantes: duas vezes ao dia ou uma única vez ao dia. É um critério pragmático e seco mas elucidativo.

De facto, o mundo é muito mais pobre do que imaginam os cidadãos habituais das suas zonas desenvolvidas, onde a maior causa de morte ainda é comer e beber de mais. É neste quadro de relatividade que Moçambique tem que ser visto e justamente apreciados os progressos feitos, quer na normalização da convivência democrática quer no desenvolvimento do país.

Sabemos quão enormes são os problemas neste continente realmente esquecido, agravados pela fragilidade de tudo: da paz, das instituições, dos caprichos climatéricos, das tentações ditatoriais, das novas (e velhas) doenças galopantes, das questões étnicas, das dependências para tudo, incluindo para comer. Uma desigualdade totalmente arbitrária porque meramente geográfica: diz-me em que latitude nasceste e dir-te-ei como e quando vais morrer.

Por isso pensei, nos últimos dias passados em Moçambique, na decisiva virtude da paz para qualquer processo de desenvolvimento e como isso é ainda mais vital num país sem grandes riquezas, sem petróleo (pelo menos até agora) ou diamantes, com mais de oitenta por cento de população rural, uma agricultura que foi devolvida a um estado pouco mais que artesanal, um mar riquíssimo que por falta de meios de fiscalização é devassado por uma pesca predadora.

Um país que depende grandemente dos doadores internacionais e que, embora com um Orçamento muito inferior àquele que gere, em Portugal, o ministro da Saúde, conseguiu nos últimos anos meter mais um milhão de crianças no sistema escolar.

Pode que navegar já não seja preciso mas visitar, conhecer e reconhecer é preciso.

A conclusão, com êxito, do processo de reversão e transferência da Hidroeléctria de Cahora Bassa de Portugal para Moçambique e a recente Cimeira UE-África realizada em Lisboa sob a presidência portuguesa da União Europeia seria já por si suficiente para uma boa recepção ao Presidente português.

Que a isso se juntassem memórias e afectos pessoais só fez bem às almas.

Que Moçambique se sinta encorajado neste esforço de Paz - Governo e Oposição, pois os méritos são repartidos - é essencial.

Se ao proferirem os últimos discursos, Guebuza e Cavaco dispensaram os textos escritos e falaram de improviso, algo raro em visitas oficiais de Chefes de Estado, foi porque, decerto, a ligação estava estabelecida e a corrente tinha passado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Moçambique   Qui Abr 03, 2008 10:55 am

MOCAMBIQUE , ANGOLA ETC. estariam PIORES, ou MELHORES, com PORTUGAL no COMANDO? E desde quando os que descobrem sao COLONIZADORES?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Moçambique   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Moçambique
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» noticias de ultma hora tragedia em santa maria rs
» "Cultura do estupro": a culpa é da vítima?
» Cansaço Matinal...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: