InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 IMIGRAÇÃO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ypsi



Mensagens : 889
Data de inscrição : 15/09/2007

MensagemAssunto: IMIGRAÇÃO   Ter Set 18, 2007 8:22 am

SOS Racismo critica interesse da Europa nos "cérebros em fuga" dos países pobres



A associação SOS Racismo condenou hoje as declarações do vice-presidente da Comissão Europeia Franco Frattini, que defendeu que a Europa deve atrair "cérebros em fuga" dos países em vias de desenvolvimento, que estão a ser aproveitados pelos EUA.

Durante a Conferência sobre Imigração Legal, realizada nos dias 13 e 14 no Hotel Sheraton, em Lisboa Franco Frattini afirmou que a União Europeia deve atrair imigrantes qualificados que desejem sair dos países em vias de desenvolvimento, uma vez que estes estão a ser aproveitados pelos Estados Unidos, numa competição em que entram também o Canadá e a Austrália.

De acordo com a SOS Racismo, o vice-presidente da Comissão Europeia revelou que o aproveitamento desses "cérebros em fuga" está a ser feito através de acordos com o Mali, seguindo-se o Senegal e a Mauritânia e, mais tarde, Cabo Verde.

A SOS Racismo acusa este discurso de "hipócrita" e assinala que "os Estados atravessam uma crise demográfica enorme, com implicações no envelhecimento das populações e ainda mais na Segurança Social", pelo que há "uma necessidade cada vez mais aguda de mão-de-obra e não só qualificada, pois os sectores mais necessitados continuam a ser a construção civil, a restauração, a agricultura".

Para a associação portuguesa, muitos países desenvolvidos fazem uma espécie de jogo duplo conveniente às suas necessidades e sem qualquer respeito pelas vidas humanas em jogo.

Numa crítica aos governantes, a SOS Racismo escreve em comunicado:"Vamos manter a exploração desenfreada das matérias-primas, continuaremos a apoiar os ditadores, embora gritemos contra eles e pugnemos por regimes democráticos que continuem a deixar-nos lá ir buscar o ouro, o petróleo, o crómio, os diamantes, o gás natural, a madeira, o níquel, a bauxite, o ferro, o estanho, o titânio, fosfatos, peixe, o carvão, o urânio ...a mão-de-obra barata e os cérebros menos baratos".

"Na Conferência do Hotel Sheraton os discursos dos responsáveis governamentais eram de tal maneira economicistas que foi preciso o Ministro do Trabalho e Solidariedade Social espanhol lembrar que 'é verdade que necessitamos de imigrantes mas... recebemos seres humanos'".

A SOS Racismo lembra ainda, na nota de imprensa, que apesar de o primeiro-ministro, José Sócrates, ter dito que uma "política de imigração abrangente" devia assentar em "três pilares" - "a promoção da imigração legal e a regularização dos fluxos migratórios; a integração dos imigrantes nas sociedades de acolhimento e a cooperação para o desenvolvimento dos países de origem", não é isso que ocorre na União Europeia.

"As leis que a UE tem aprovado só têm servido para promover a imigração sem documentos, alimentado as redes de tráfico de trabalhadores indocumentados e os fluxos nunca serão regulados por elas e sim pelo mercado", acusa a associação, apontando ainda o dedo ao aparecimento de uma Carta Europeia dos Direitos dos Imigrantes em Outubro, anunciada por Frattini.

Segundo a organização dirigida por José Falcão, certamente que os imigrantes não vão colaborar na sua elaboração.

O comunicado termina informando que o Movimento imigrante e anti-racista, por iniciativa do SOS Racismo de Portugal, apresentou em 1996, em Estrasburgo, uma Carta que foi sendo discutida em toda a Europa, em reuniões plenárias em Paris (1999) e Madrid (1999), e distribuída na reunião preparativa do Conselho da Europa da Conferência Mundial de Durban Contra o Racismo (2001).

Esta mesma Carta foi aprovada no 2º Congresso da Rede Anti-Racista, em Lisboa e na 2ª Assembleia Geral da European Network Against Racism em Bruxelas.

LUSA (17-09-2007)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
B

avatar

Mensagens : 197
Data de inscrição : 12/09/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Ter Set 18, 2007 9:10 am

existe organização que odeio é esta. Racismo só para um lado. Evil or Very Mad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://brunopaulo.miniville.fr/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Ter Set 18, 2007 10:57 am

Um Pais que nao controla as suas fronteiras, NAO e um Pais!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
ypsi



Mensagens : 889
Data de inscrição : 15/09/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Ter Out 16, 2007 1:21 am

Portugal - Segundo melhor lugar da Europa na integração



Acesso ao mercado de trabalho é uma das áreas em que Portugal está mais pontuado


Portugal consegue a segunda melhor posição na tabela comparativa das políticas de integração de imigrantes em 27 países europeus e Canadá.

Os resultados, apurados por um consórcio de 25 organizações, sob coordenação do "British Council" e do "Migration Policy Group", são apresentados hoje em Lisboa.

O designado MIPEX ("Migrant Integrant Policy Index") avalia, contudo, apenas medidas legislativas e não propriamente a sua eficácia em termos de concretização.

Acesso ao mercado de trabalho, políticas anti-discriminação e reagrupamento familiar são as áreas em que Portugal atinge melhores resultados, numa classificação liderada em todos os parâmetros pela Suécia - o único país, lê-se no relatório a que o JN teve acesso, com "resultados suficientemente altos para poderem ser considerados 'favoráveis' para a promoção da integração".

No conjunto das seis áreas classificadas, a residência de longa duração e a aquisição de nacionalidade são aquelas em que Portugal atinge piores valores (respectivamente 67% e 69%), embora nunca caia abaixo da sexta posição.

Em relação a 2004, ano em que foi produzido o primeiro estudo comparativo (na altura considerando apenas 15 países), melhorou de posição em praticamente todas as áreas, com excepção da anti-discriminação - em que já tinha sido segundo.

No caso da participação política, em que ocupa a sexta posição, o parâmetro não tinha sido na altura considerado.

Cada uma das áreas é desagregada em quatro subcategorias que obtêm, nalguns casos, classificações muito díspares. Tomando como exemplo o reagrupamento familiar, a elegibilidade é pontuada a 100%, mas nas condições de aquisição a nota cai para metade. Idêntica disparidade encontra-se na participação política as políticas de implementação e liberdades políticas obtêm pontuação máxima, mas revela-se a fragilidade dos direitos eleitorais (33%).

Atendendo às mudanças legislativas operadas no ano passado na Lei da Nacionalidade, este acaba por ser o capítulo em que as iniciativas políticas menos são compensadas, considerando-se que há ainda grande margem para aperfeiçoamento.

O relatório classifica como "particularmente inseguro" o estatuto dos requerentes e cidadãos naturalizados, uma vez que "pode ser deduzida oposição ao seu requerimento por várias razões, incluindo a 'inexistência de ligação efectiva à comunidade nacional'".

Destacado é igualmente o facto de o Estado poder retirar a nacionalidade aos migrantes "independentemente do período durante o qual tenham sido cidadãos".

Na caracterização da comunidade migrante, salienta-se que "Portugal tem assistido a uma diminuição de trabalhadores e a um ligeiro aumento dos migrantes que entram no país para estudar ou no âmbito do reagrupamento familiar".

A taxa de emprego dos cidadãos de países terceiros (extracomunitários) é de 72,4% (mais 4,6% que a de cidadãos nacionais), mas em contrapartida também o desemprego é mais elevado (10,4%, ou seja, 2,8% acima da taxa para cidadãos nacionais).

Aveiro é apresentada como a terceira cidade do país com maior percentagem de residentes oriundos de países terceiros (2%), atrás de Lisboa e Setúbal (ambas com 3%).

Acesso ao trabalho

Portugal ocupa o segundo lugar. Elegibilidade e integração no mercado são menos bons.

Reagrupamento familiar

É igualmente segundo, com 84%. Elegibilidade e direitos associados recebem 100%.

Aquisição nacionalidade

Subiu três posições desde 2004, estando no terceiro lugar. A segurança do estatuto é considerada baixa (40%).

JN (16-10-2007)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
B

avatar

Mensagens : 197
Data de inscrição : 12/09/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Ter Out 16, 2007 6:23 am

Depois disto, não se podem queixar que são discriminados e mais não sei o quê.
Já basta o dinheiro excessivo que gastamos na integração das comunidades imigrantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://brunopaulo.miniville.fr/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Ter Out 16, 2007 8:31 am

Levam os dias aos berros, acerca do DESEMPREGO. E o facto e que os estrangeiros, que pareceserem 400 000 , todos arrumam emprego!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qua Out 17, 2007 9:11 pm

Nao ha mais limite e paciencia para as esquerdas nacionais e internacionais!!! SAFA-TE....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Presidente da Junta
Admin
avatar

Mensagens : 944
Data de inscrição : 17/10/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Sex Out 19, 2007 11:30 am

Centenas de romenos "invadem" Santa Marta de Penaguião para trabalhar nas vinhas

O concelho de Santa Marta de Penaguião, Vila Real, acolhe, actualmente, uma das maiores comunidades de imigrantes na região do Douro, na maioria romenos, disse à Lusa o presidente da autarquia.

Segundo o socialista Francisco Ribeiro são cerca de quatro centenas os imigrantes que trabalham em Santa Marta de Penaguião, a maior parte na agricultura.

Segundo números provisórios referentes a Dezembro de 2006, estavam em Portugal 10299 romenos, a maioria no distrito de Lisboa (3831).

Faro (2210) e Setúbal (1074) são os outros dois distritos portugueses onde se localizavam mais imigrantes da Roménia.

Muitos destes imigrantes vieram para o Douro apenas para a época das vindimas, em grupos que fazem lembrar as tradicionais rogas das vindimas.

Antigamente as rogas, ranchos de homens e mulheres, desciam das montanhas para o corte das uvas e a pisa nos lagares na região duriense.

Os romenos Dumitru, 32 anos, e a sua mulher, Mirela, 28, chegaram a Santa Marta de Penaguião há três anos à procura de melhores condições de vida.

Para trás ficaram os dois filhos, de sete e 10 anos, a quem - dizem - enviam "todo o dinheiro que sobra" do trabalho na agricultura.

Dumitru afirmou à Lusa que, já na Roménia, era agricultor e que, por isso, a adaptação ao trabalho no campo "não foi difícil".

Mais difícil está a ser a sua legalização e, por isso, prefere proteger-se atrás de um nome que é comum na sua terra natal.

O imigrante diz que apesar da sua condição ilegal em Portugal, não se sente explorado pelos patrões para quem trabalha e que, agora, nas vindimas está a ganhar 30 euros por dia e a sua mulher 25.

Em Santa Marta de Penaguião, Mirela refere que vivem "todos como uma família".

Nos baixos de uma casa alugada na vila vivem actualmente oito romenos, que, em conjunto, pagam uma renda mensal de 450 euros.

O mais complicado para estes imigrantes é, segundo Dumitru, a adaptação ao clima, principalmente ao calor, sob o qual têm que trabalhar nos socalcos durienses das 07:00 às 17:30.

Petre tem 21 anos e também veio às vindimas no Douro para "ganhar dinheiro".

O trabalho agrícola também não é novidade para este jovem imigrante que disse que vai ficar mais um mês na região, regressando depois à Roménia.

Santa Marta de Penaguião foi durante décadas um concelho de emigração e acolhe agora o fenómeno inverso, passando a ser também uma zona de imigração.

O presidente da autarquia frisou à Lusa que o número de imigrantes no seu concelho tem aumentado muito nos últimos anos.

"Neste momento devemos ter mais de 400 imigrantes espalhados pela vila e um pouco por todo o concelho, o qual tem cerca de 9.000 habitantes", salientou.

A maior parte dos imigrantes vêm da Roménia e trabalham na agricultura, uma situação que poderá estar relacionada com o facto de existirem cerca de uma dúzia de empreiteiros agrícolas neste concelho.

"Julgo que grande parte deles (imigrantes) estão ilegais e, claro, sem contrato de trabalho", sublinhou o autarca.

António Monteiro, proprietário da empresa "Agripenaguião", que efectua trabalhos agrícolas para grandes quintas do Douro, disse à Lusa que tem quatro imigrantes a trabalhar para si.

"São bons trabalhadores. Adaptaram-se bem ao trabalho", salientou.

Sublinhou, no entanto, que o mais complicado mesmo foi o processo de legalização destes imigrantes.

O autarca Francisco Ribeiro diz que "está atento" à situação destes imigrantes até porque, frisa, algumas destas pessoas vivem "em condições degradantes", já que "vários romenos se acumulam em espaços exíguos".

O autarca aproveitou a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, António Braga, que esteve esta semana no concelho para a assinatura de um protocolo destinado à criação de um Gabinete de Apoio ao Emigrante, para alertar o governante para o "fenómeno" que se vive em Santa Marta de Penaguião.

"O senhor secretário de estado disse-me que o Governo está a atento e a tomar medidas", salientou o presidente da câmara.

Francisco Ribeiro garante que, até ao momento, não se verificaram quaisquer problemas sociais ou de integração dos imigrantes.

José Artur, proprietário do "Café Nicole", localizado em pleno centro da vila de Santa Marta de Penaguião, referiu que a maior parte dos seus clientes são já os imigrantes romenos.

"Já há alguns anos que os recebo aqui e nunca tivemos problemas. São bons clientes", sustentou.

Muitos destes imigrantes chegam a Portugal com um visto de turista, não podendo, portanto, trabalhar legalmente ou permanecer no país por muito tempo.

De acordo com a nova lei, que aprovou o regime de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional - a Lei nº 23/2007 de 04 de Julho - o visto de estada temporária para exercício de actividade profissional só pode ser prorrogado se o requerente possuir um contrato de trabalho nos termos da lei e estiver abrangido pelo Serviço Nacional de Saúde ou possuir seguro de saúde.

Segundo dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a população estrangeira a residir no distrito de Vila Real, em 2006, era de 1818 pessoas, com 903 provenientes da Europa, 243 de Africa, 533 da América Central e 120 da Ásia.

Da Europa de Leste destacava-se como país de origem a Ucrânia, com 394 residentes em Vila Real.

No ano passado viviam no distrito apenas 62 romenos em situação legal.

Em 2005, dos 1038 estrangeiros a residir em Vila Real, apenas 10 eram imigrantes da Roménia.

Em 2000, a população estrangeira residente em Vila Real era de apenas 647 pessoas, sem qualquer registo de cidadãos romenos.

Na RTP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Sab Out 20, 2007 8:54 am

Pela continuacao, qualquer dia quem vai trabalhar para a ROMENIA sao os Portugueses!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Sab Out 20, 2007 11:19 am

tODOS OS pAISES DO leste, QUEREM LIVRAR-SE DO ESTADO-DEPENDICISMO!!!! Ja viveram e passaram por esse drama por meio seculo!!! Portugal abraca o ESTADO-DEPENDICISMO promovido pelos politicos que querem mais poder!!! O POVO quer que o ESTADO lhes resolva os problemas deles ,com o dinheiro deles!!! Va-se la perceber esta atitude de MULETA para a falta de responsabilidade propria!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Xô Esquerda

avatar

Mensagens : 703
Data de inscrição : 15/12/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:11 pm

Espanha

Proposta do PP sobre imigração gera onda de críticas

Partidos e associações civis espanholas consideraram hoje xenófoba e racista a proposta de um «contrato de integração» avançada pelo Partido Popular (PP) no seu programa político para as eleições de Março próximo em Espanha

Mariano Rajoy, presidente do PP, explicou que o contrato obriga todos os imigrantes que queiram um visto de residência superior a um ano a «cumprir a lei, aprender a língua e respeitar os costumes» espanhóis.

As medidas apontam para um reforço das expulsões de imigrantes ilegais e para mudanças no processo de reunião familiar.

Para Alfredo Pérez Rubalcalba, ministro do Interior, a proposta do PP «tem um tufo de xenofobia», surgindo em consonância com a movimentação dos Populares cada vez mais para a direita.

«Quem vai estabelecer o catálogo de boas costumes? Quais são? As de Rajoy ou as minhas, as do senhor (arcebispo de Madrid) Rouco ou a dos agnósticos, as dos pais ou a dos filhos?», questionou.

Rubalcaba insistiu que os estrangeiros que vivem em Espanha regem-se pelas mesmas leis que os espanhóis e que Rajoy quis copiar o presidente francês, Nicolas Sarkozy, «passando-se um pouco com a alusão aos costumes».

O ministro do Interior explicou ainda que as medidas actualmente em vigor foram herdadas do anterior governo do PP, tendo o actual executivo sido «mais eficaz» na sua aplicação com a expulsão de mais 50 por cento dos imigrantes ilegais.

Também Gaspar Llamazares, coordenador da Esquerda Unida (IU), considerou a proposta do PP anticonstitucional e xenófoba, com um contrato de «cláusulas abusivas e baseado no medo e na desconfiança».

Para o PP, afirmou, «Espanha tem que ser uniforme», quando na realidade «somos diversos porque, entre outras coisas, temos trabalhadores de outros países».

«É uma proposta reaccionária, idêntica à da extrema-direita centro-europeia que aposta nas diferenças, no racismo e na xenofobia», afirmou, considerando a medida de «assimilação» e não de integração como argumentam os Populares.

Posições seguidas por várias associações civis, entre elas a Federação de Associações de SOS Racismo, que considerou a proposta de contrato de integração «uma iniciativa explicitamente racista em conteúdo e apresentação».

O PP, considera a associação em comunicado, «viola os princípios básicos do Estado de Direito ao condicionar o acesso e o exercícios dos direitos à assinatura de um documento», no que é uma iniciativa «claramente anticonstitucional e contrária ao direito internacional».

Estas propostas, insiste, «legitimam o racismo institucional», um racismo que o PP «levou à máxima expressão enquanto governava».

Também o presidente da Federação nacional de Equatorianos em Espanha (a maior comunidade imigrante é deste país), Santiago Morales, instou Mariano Rajoy a que releia a sua proposta que «quer obrigar os imigrantes a renunciar aos seus direitos culturais e a relegar os elementos mais básicos da convivência pacífica e democrática».

Raul Jimenez, da Associação de Imigrantes Ruminahui, disse que a proposta do PP é «uma mera copia» das medidas do presidente francês, Nicolas Sarkozy.

«As palavras de Rajoy reflectem um desconhecimento da realidade migratória. O seu único objectivo é levar este tema para a agenda eleitoral e gerar medo», afirmou.

sol
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:16 pm

os espanhois esquecem-se quando andava de mala na mão á procura de pão

Para nao falarmos nos galegos que nos anos 50 invadiram Lisboa ( e nao só )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:18 pm

Então um país que nem chega a ser um país porque não se entendem......

Castelhanos do carago, que só fazem merda.........



P.S. - ó OO Esquerda, onde comprou essa fatiota tão catita Question
Voltar ao Topo Ir em baixo
Xô Esquerda

avatar

Mensagens : 703
Data de inscrição : 15/12/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:39 pm

ricardonunes escreveu:




P.S. - ó OO Esquerda, onde comprou essa fatiota tão catita Question

yo soy muy guapo, no té gusta ? ........ Laughing Laughing Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:42 pm

OO Esquerda escreveu:
ricardonunes escreveu:




P.S. - ó OO Esquerda, onde comprou essa fatiota tão catita Question

yo soy muy guapo, no té gusta ? ........ Laughing Laughing Laughing

Fiquei foi com inveja bounce

Que bonito ficava o meu aparelho genital, arrepanhado, com tão bela peça de alta custura Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:43 pm

CONVERSA DE GAYS........ESTOU FORA!!!! Laughing Laughing Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Xô Esquerda

avatar

Mensagens : 703
Data de inscrição : 15/12/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:45 pm

ricardonunes escreveu:
OO Esquerda escreveu:
ricardonunes escreveu:




P.S. - ó OO Esquerda, onde comprou essa fatiota tão catita Question

yo soy muy guapo, no té gusta ? ........ Laughing Laughing Laughing

Fiquei foi com inveja bounce

Que bonito ficava o meu aparelho genital, arrepanhado, com tão bela peça de alta custura Wink


agora ia caindo da cadeira a rir !!!!

sem mais comentários, porque eu sou um moço muito educado. lol!

como o Ricardo aliás também o é. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xô Esquerda

avatar

Mensagens : 703
Data de inscrição : 15/12/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 12:46 pm

RONALDO ALMEIDA escreveu:
CONVERSA DE GAYS........ESTOU FORA!!!! Laughing Laughing Laughing


Sabe lá se gosta ?

Quem passa a ser gay, nunca mais deixa de o ser.

Talvez seja bom, quem sabe. Rolling Eyes Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 1:02 pm

OO Esquerda escreveu:
RONALDO ALMEIDA escreveu:
CONVERSA DE GAYS........ESTOU FORA!!!! Laughing Laughing Laughing


Sabe lá se gosta ?

Quem passa a ser gay, nunca mais deixa de o ser.

Talvez seja bom, quem sabe. Rolling Eyes Rolling Eyes

Nunca me esqueço destas palavras Arrow

"apanhar no cú Question esperimento lá para os 80 anos.... é que tenho medo de gostar Exclamation !

Barbeiro do "car.....", Mouriscas, ano de 1996.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 1:06 pm

OO Esquerda escreveu:
ricardonunes escreveu:
OO Esquerda escreveu:
ricardonunes escreveu:




P.S. - ó OO Esquerda, onde comprou essa fatiota tão catita Question

yo soy muy guapo, no té gusta ? ........ Laughing Laughing Laughing

Fiquei foi com inveja bounce

Que bonito ficava o meu aparelho genital, arrepanhado, com tão bela peça de alta custura Wink


agora ia caindo da cadeira a rir !!!!

sem mais comentários, porque eu sou um moço muito educado. lol!

como o Ricardo aliás também o é. Very Happy

Eu sei que "o esquerda" TEM UM BOM SENSO DE humor!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 1:07 pm

OO Esquerda escreveu:
RONALDO ALMEIDA escreveu:
CONVERSA DE GAYS........ESTOU FORA!!!! Laughing Laughing Laughing


Sabe lá se gosta ?

Quem passa a ser gay, nunca mais deixa de o ser.

Talvez seja bom, quem sabe. Rolling Eyes Rolling Eyes

TODOS OS GAYS, teem uma conversa parecida com essa!! ESTOU FORA. AQUI MACHO TCHE!!! PURO 100%!!! Anus e para DEFECAR!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Zapatero pide disculpas a los inmigrantes   Qui Fev 07, 2008 3:50 pm

Zapatero pide disculpas a los inmigrantes por las 'ofensas discriminatorias' del PP
Actualizado jueves 07/02/2008 21:17 (CET)
Escuchar noticiaImprimirEnviar noticiaDisminuye letraAumenta letra
EFE

TERUEL.- El presidente del Gobierno, José Luis Rodríguez Zapatero, ha pedido disculpas este jueves a todas las mujeres inmigrantes, sean de donde sean, por las "ofensas discriminatorias" del PP hacia ellas, que ha calificado de injustas, inaceptables e intolerables.

En un mitin preelectoral celebrado en el Palacio de Congresos y Exposiciones de la capital turolense, al que han asistido unas 2.000 personas, según el PSOE, Zapatero se ha referido a unas declaraciones del dirigente del PP Miguel Arias Cañete sobre la posibilidad de que las mujeres inmigrantes se hagan mamografías en España.

"Y desde aquí y en nombre de todos los españoles, quiero pedir disculpas a todas las trabajadoras inmigrantes, sean de donde sean, por la ofensa discriminatoria que ha hecho el dirigente del PP", ha insistido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qui Fev 07, 2008 7:41 pm

O IDIOTA agora quer falar em nome do lider DA oposicao!!!TIPICO!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango

avatar

Mensagens : 4711
Data de inscrição : 13/09/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Sex Fev 08, 2008 2:25 am

RONALDO ALMEIDA escreveu:
O IDIOTA agora quer falar em nome do lider DA oposicao!!!TIPICO!!!

idiota é coisa que le nao é de certeza


amigo RON
Voce que detesta o Chavez veja que ate o KING of Spain mandou calar o Chavez para que o Sapateiro metesse meias solas

Todos nós devemos respeitar quem procura o sustento para os seus e uma melhor forma de vida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Xô Esquerda

avatar

Mensagens : 703
Data de inscrição : 15/12/2007

MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   Qua Fev 20, 2008 12:25 pm

"Só queremos trabalho e uma vida melhor"


"Não entramos em guerras", diz a ucranina Olga Bahostovych


Foi com aparente indiferença e surpresa que os cidadãos da Ucrânia a viver no Porto souberam da morte de um compatriota, anteontem, à noite, dentro de um apartamento do Porto. "Não soube de nada e também não é normal a existência de cenas de violência entre nós. Só queremos trabalho e uma vida melhor", adiantou ao JN Olga Bahostovych, da cadeia de lojas Troika, no Porto. "As pessoas são pacíficas e cada uma preocupa-se com a luta pela sobrevivência.

Não entramos em guerras. O Porto é uma cidade maravilhosa e adoro cá estar. É a minha segunda pátria".

O mesmo sentimento foi transmitido pela ucraniana Natalya Vaskovska, presidente da Amizade-Associação de Imigrantes de Gondomar e "bastante conhecedora" dos problemas sociais dos cidadãos da Ucrânia. "Só soube da tragédia pelo JN. Fiquei triste.

A comunidade espalhada em Portugal é muito ordeira e trabalhadora. De vez em quando, sucedem pequenas coisas, mas a esmagadora maioria está inserida e mantém laços de grande familiaridade com Portugal, sua pátria de acolhimento", disse.

Quanto a eventuais razões dos crimes, Natalya Vaskovska considera-as "estranhas", mas não associa a qualquer tipo de grupos mafiosos "Quando a família está junta, como é o caso, não existem cenas desse tipo. Só quando existem negócios de duvidosa legalidade, poderão acontecer cenas desagradáveis", disse.

O marido de Natalya, Vitaliy Vaskouskyy, também afirmou conhecer "muitos amigos" de Leste e ao longo da sua permanência no Porto só tem "boas recordações".

A morte do cidadão Hetsko OleK e a violação da sua mulher no interior de um apartamento na Rua de Pedro Hispano, também apanhou de surpresa Anna Zelenova, uma economista ucraniana que hoje trabalha na caixa do supermercado Mistmarket, no Porto. "Por vezes leio as notícias da nossa comunidade [no jornal Sloyo] e raramente tenho tempo para ver jornais portugueses.

A minha vida é muito exigente e trabalhosa. As pessoas que vieram para cá apenas pensam numa coisa ganhar dinheiro, ter uma vida melhor e um trabalho decente. Mas, nem sempre as autoridades facilitam a nossa integração. O SEF é muito exigente e, por vezes, chega a demorar cinco meses para deferir um simples visto de residência".

No Porto existem cerca de cinco mil ucranianos. Na Região Norte 30 mil. Na sua maioria, eles trabalham na construção civil e elas nas limpezas.


jn
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: IMIGRAÇÃO   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
IMIGRAÇÃO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Imprevisível Mundo Novo (Imigração - ENEM)
» Imigraçao para o Brasil no século XXI
» Imigração no Brasil século XXI
» O Brasil e a imigração da ultima década
» Imigração alemâ

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Europa e o Mundo-
Ir para: