InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Rabi alemão acusa Bento XVI de fomentar o anti-semitismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Presidente da Junta
Admin
avatar

Mensagens : 944
Data de inscrição : 17/10/2007

MensagemAssunto: Rabi alemão acusa Bento XVI de fomentar o anti-semitismo   Sab Mar 22, 2008 12:23 pm

Rabi alemão acusa Bento XVI de fomentar o anti-semitismo


Sofrimento. Nas Filipinas, 19 homens voltaram a cumprir a tradição da crucificação, apesar dos avisos da Igreja contra o ritual. Já em Jerusalém, um libanês nascido em Israel que está a estudar para ser padre recriou o sofrimento de Cristo durante a Via Sacra. Em Sevilha, e depois de na véspera a chuva ter estragado as cerimónias, puderam por fim realizar-se as procissões das confrarias.

"Vamos também rezar pelos judeus: Que o nosso Deus e Senhor possa iluminar os seus corações, que reconheçam que Jesus Cristo é o Salvador de todos os homens." Esta oração da Sexta-feira Santa, incluída na missa em Latim que o Papa recentemente autorizou e que é usada numa minoria de Igrejas em todo o mundo, é considerada extremamente ofensiva pelos judeus. O rabi alemão Walter Homolka acusou Bento XVI de fomentar o anti-semitismo.

"A Internet já está cheia de comentários de católicos de extrema-direita que dizem: 'Espectacular, agora finalmente temos a luz verde para converter os judeus'", disse Homolka à revista alemã Der Spiegel. "Este é um regresso aos tempos que pensámos que já tínhamos ultrapassado", indicou o vice-presidente do Conselho de Judeus da Alemanha, Solomon Korn, ao Frankfurter Rund-schau, dizendo que esperava mais sensibilidade de um Papa alemão.

Em todo o mundo, foram cerca de 1600 os rabis que protestaram formalmente contra a oração, que foi abandonada juntamente com a missa em Latim, mas reapareceu com Bento XVI - apesar de tudo já aligeirada. Na anterior versão, pedia-se a Deus que "removesse o véu dos seus corações" e que pusesse um fim "à cegueira daquelas pessoas que reconhecendo a luz da vossa verdade, que é Cristo, possam sair da escuridão".

Via Sacra no Coliseu

O Papa confiou à mais alta autoridade católica na China, o cardeal de Hong Kong, Joseph Zen Ze-Kiun, a tarefa de redigir as meditações da tradicional Via Sacra no Coliseu de Roma. Numa altura em que o Vaticano procura estender a mão a Pequim, o texto fazia referência aos "mártires vivos do séc. XXI" e pedia que se pensasse nos "perseguidores", fazendo do governador romano Pilatos "a imagem de todos os que detêm a autoridade como instrumento de poder e não se preocupam com a justiça".

dn
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vagalhao

avatar

Mensagens : 288
Data de inscrição : 22/10/2007

MensagemAssunto: Re: Rabi alemão acusa Bento XVI de fomentar o anti-semitismo   Sab Mar 22, 2008 4:26 pm

Citação :
"Vamos também rezar pelos judeus: Que o nosso Deus e Senhor possa iluminar os seus corações, que reconheçam que Jesus Cristo é o Salvador de todos os homens."

o papa é kilhado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Rabi alemão acusa Bento XVI de fomentar o anti-semitismo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Alemão preso por manter relação com irmã quer indenização
» Papa Bento XVI exime judeus de culpa da morte de Jesus Cristo
» Papa Bento XVI está tentando "avivar" o ecumenismo!
» CONFRONTO NA CDD E NO COMPLEXO ONTEM ;CENAS FORTES
» Quando Bento 16 vai dar lugar a Pedro Romano após completar 85 anos em 2012 ?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Religiões & Fé-
Ir para: